Opinião sobre Château Lynch-Bages 1998 de Garrafeira Nacional

Château Lynch Bages (Pauillac)

« Voltar à ficha técnica de Château Lynch-Bages 1998

Château Lynch-Bages 1998

  • |
  • 4 /5
Embora existam registros do território Bages, tanto para trás como o século 16, a história da produção de vinho na região começou realmente no século 18. De 1749-1824, a vinha era de propriedade de Thomas Lynch, o filho de um irlandês de Galway que trabalhava como comerciante em Bordeaux. Thomas Lynch conseguiu a terra com sabedoria e produzido vinhos de alta qualidade sob o nome de '' Cru de Lynch ''. Mais tarde, Jean '' Lou Janou '' Cazes, um '' Montagnol '' (um termo usado para descrever os agricultores das austeras vales superiores de Ariège), veio para o Médoc para ganhar a vida. Na década de 1930, o general Félix de Vial, um descendente da família Cayrou, arrendou a vinha a Jean-Charles Cazes, o filho de '' Lou Janou '' e um fazendeiro no Château Ormes de Pez em Saint-Estèphe. Cazes passou a comprar as duas propriedades na esteira da Segunda Guerra Mundial. Lynch-Bages tem sido gerido pela família Cazes desde então.

Ver mais opiniões sobre Château Lynch-Bages 1998 »