Cortes de Cima Incógnito 2012

Cortes de Cima (Alentejo)

84,95€ ENVIO GRÁTIS! (5 dias)

509,70€ ENVIO GRÁTIS! (5 dias)

1.019,40€ ENVIO GRÁTIS! (5 dias)

84,95/unidade

Envio: Enovinho

Recebes 1.13 pontos por cada unidade comprada

Ver mais preçosOcultar preços

Cortes de Cima é o produtor deste Cortes de Cima Incógnito 2012 (84,95€), um vinhos tinto com DO Alentejo à base de syrah de 2012 e com uma graduação alcoólica de 14º. vinhos tinto classificado com 4,3 pontos em 5, segundo os utilizadores da Uvinum.

Ficha técnica · Cortes de Cima Incógnito

Tipo De Vinho: Vinho tinto
Safra: 2012 Outras safras
Denominação:Alentejo (Alentejo,Portugal)
Adega: Cortes de Cima
Volume: 75cl Outros volumes
Uvas: Syrah
Alérgenos: Contém Sulfites
Teor Alcoólico : 14%

Descrição · Cortes de Cima

Cortes de Cima Incógnito 2012 (Syrah)

NOTAS DE PROVA DE Cortes de Cima Incógnito 2012:

  • Visão: roxo escuro.
  • Olfato: aromas de frutas escuras e ameixa, com notas sutis de torrado, picante, terra carvalho, complexa.
  • Paladar: paladar elegante, camadas de veludo de frutas suportados por uma estrutura de taninos firme. Extremamente bem equilibrados com carvalho bem integrados.

DESIGNAÇÃO DE ORIGEM: Alentejo.

VINHEDO: Cortes de Cima

UVAS: 100% Syrah.

ÁLCOOL: 14%

Cortes de Cima

Em 1988, um casal dinamarquês-americano partiu em um veleiro para encontrar um lugar para começar uma família e plantar um vinhedo. Chegaram ao Alentejo e, numa terra de castas brancas, plantaram vermelho. E assim começa a história da Cortes de Cima Family Vineyards ....

Comprar Cortes de Cima Vinhos:

Comentários

Opinião destacada sobre Cortes de Cima Incógnito 2012

Wine House Portugal

Publicado em às 11.10

4/5

Cortes de Cima Incógnito 2012

In 1988, A Danish-American couple set out in a sailboat to find a place to start a family and plant a vineyard. They came to Alentejo, and in a land of white varieties, they planted red. And so begins the story of Cortes de Cima Family Vineyards

Mais opniões sobre Cortes de Cima Incógnito 2012

Garrafeira Nacional

Publicado em às 03.55

4 /5

frutos pretos baga, ameixas e notas torradas delicados. Especiarias, terra, complexo. Elegante no palato, com frutas aveludada apoiado por uma estrutura firme de taninos. A Incognito clássico, que já está acessível, mas com equilíbrio e estrutura para a evolução a longo prazo.
WineSpiritus

Publicado em às 11.00

4 /5

Notas de Prova: mistura emocionante de frutos silvestres baga vermelha, torradas madeira, carne e notas de alcatrão. O paladar é complexo, com um forte sabor do fruto maduro selvagem e um equilíbrio atraente. Macio no início, mostrando firme durante toda a corrida, excelente estrutura de taninos e um frescor agradável, boa acidez contribuir para um final longo e persistente. Servir em: 16 / 18ºC. Recomendamos com: Bom com Ensopado de Borrego, migas e outros pratos de carne de porco alentejano e queijos curados ou semi-curados.
Lord Wine

Publicado em às 14.40

4 /5

O nome misterioso refere-se à época em que a casta Syrah não era permitida no Alentejo. Em 1991. fomos os primeiros a plantar Syrah no Alentejo. com enchertos seleccionados da casta do sul do Ródano. A nossa 17º vindima. Depois de um inverno frio e seco e de uma primavera também fria e seca. chegou um verão excepcional. Todos conduziram a uma apanha de qualidade! As uvas que deram origem a este vinho crescem nas nossas vinhas. onde seguimos um programa de viticultura sustentada. As uvas foram rigorosamente seleccionadas pelo que estavam num óptimo estado de maturação. Foram fermentadas sem engaço. a temperaturas controladas. e regulares delestage. com um alargado período de maceração das películas para melhorar o aroma a frutos e conseguir um bom equilíbrio e estrutura de taninos. Envelhecido durante 8 meses em barricas de carvalho francês até altura do engarrafamento em Julho de 2013. Fruta de bago preto. ameixas e delicadas notas de tosta. Especiarias. terroso. complexo. Elegante no palato. com fruta aveludada apoiada por uma firme estrutura de taninos. Um Incógnito clássico. já está acessível mas com equilíbrio e estrutura para uma evolução a longo prazo.

Resumo das pontuações

(6 opniões)
  • 5 estrelas
    1
  • 4 estrelas
    5
  • 3 estrelas
    0
  • 2 estrelas
    0
  • 1 estrela
    0
sua pontuação:
Pontuação Uvinum:

4.3/5

Baseado em 6 comentários »

Opiniões sobre outras colheitas

Opinião sobre Cortes de Cima Incógnito 2001

Fausto Vives
Fausto Vives

4/5

NOTAS DE PROVA DE Cortes de Cima Incógnito 2001:
- Visão: cereja vermelho
- Olfato: aromas de frutas e madeira vermelha
- Paladar: equilibrado, intenso

DENOMINAÇÃO: Alentejo (Portugal
UVAS: Syrah

EMPARELHAMENTO: queijos, carne vermelha
TEMPERATURA: 16 °C
ÁLCOOL: 13%

Opinião sobre Cortes de Cima Incógnito 2014

Garrafeira Nacional
Garrafeira Nacional

4/5

Em 1988, um casal constituído por um dinamarquês e uma americana partiram num veleiro à procura de um lugar para criar uma família, plantar uma vinha e produzir vinho... e assim começa a história das Cortes de Cima, actualmente, uma das principais adegas portuguesas. Localizada na Vidigueira as Cortes de Cima é uma propriedade familiar dirigida diariamente por Hans e Carrie Jorgensen, com uma área de 140 ha de vinha, produzem-se as castas Aragonez, Syrah, Touriga Nacional, Trincadeira, Petit Verdot, Antão Vaz e Verdelho. As vinhas mais antigas, foram plantadas em 1991 quando a casta Syrah não era permitida pelas regulamentações da região. Ainda assim, Hans, convencido de que tínha o clima e o solo ideal para esta variedade do Ródano, criou o primeiro vinho "ilegal" Syrah, produzido em 1998 e comercializado com o nome Incógnito que depressa ganhou fama em Portugal e medalhas em Londres, Bruxelas e Bordéus.

Opinião sobre Cortes de Cima Incógnito 2011

Out of the Bottle
Out of the Bottle

4/5

"Muito concentrado na cor, aroma quente, cheio de notas de frutos muito pretos e onde a madeira tem uma palavra a dizer, contribuindo para a complexificação do conjunto. Resulta cheio, escuro, sisudo. A mesma sensação na boca, o vinho tem vindo a mudar um pouco de perfil ao longo das várias edições e hoje é bem mais acessível na boca, mais ponderado na madeira nova e ganhou seguramente mais adeptos desde então. Conjunto de grande qualidade." - João Paulo Martins

Top Vendas Alentejo