Etiqueta: vinho

O vinho tinto ajuda a perder peso

 TAGS:undefinedJá várias vezes referimos alguns dos benefícios do vinho na nossa saúde; em relação às doenças cardiovasculares, como factor anti-envelhecimento, etc… Mas até agora não havia notícias sobre a sua possível influência como acelerador de perda de peso, algo que, a ser verdade, junta-se à enorme lista de boas razões para consumir vinho. Isso sim, sempre com moderação.

Segundo um estudo da Oregon State University, existe um tipo específico de vinho que trava o crescimento das células gordas no fígado. Uma descoberta, que uma vez passado todas as provas necessárias, pode indicar que o consumo de uvas frescas, em forma de mosto ou fermentadas como vinho, talvez ajude a solucionar problemas de saúde relacionados com o tratamento de inflamações crónicas, colesterol, radicais livres, certos tipos de cancro, obesidade e especialmente a esteatose hepática, também conhecida como “fígado gorduroso”.

Concretamente, o composto responsável pelo comportamento benéfico de alguns tipos de uva, é o ácido elágico, também presente em frutas como a castanha, a noz, framboesa vermelha e romã, nos chás verde e nos chás oolong e inclusive nas bolotas dos carvalhos.

Em relação a uvas, este polifenol encontra-se em variedades como a Red Muscadine, Cabernet Sauvignon e Malbec. O envelhecimento do vinho em barris de carvalho multiplica a sua presença no vinho fermentado, de modo que, quanto mais envelhecido, melhor.

O estudo foi realizado por bioquímicos e biólogos moleculares da Escola de Ciências Agrícolas de OSU, em colaboração com as Universidades da Florida e do Nebraska, e conclui que o ácido elágico melhora a acumulação de gordura no fígado e reduz a presença de açúcar no sangue (as experiências foram feitas com ratos sobrealimentados com uma alimentação rica em gorduras).

Confirmando-se um comportamento similar nos humanos, esta descoberta poderia prevenir o aparecimento de gordura hepática, bastante frequente em pessoas com problemas de obesidade e diabetes, simplesmente adicionando à alimentação equilibrada e exercício moderado, o consumo de um cacho de uvas por dia, um copo de mosto ou de vinho tinto ou o seu equivalente em alimentos onde se encontra presente o ácido elágico.

 

 TAGS:Pedra Basta 2010Pedra Basta 2010

Pedra Basta 2010

 

 

 TAGS:Quinta Nova Colheita 2011Quinta Nova Colheita 2011

Quinta Nova Colheita 2011

 

 

O vinho tinto poderia ajudar a prevenir a disfunção eréctil

 TAGS:undefinedSegundo um recente estudo efectuado em conjunto pelo Reino Unido e pelos Estados Unidos, o vinho, as bagas silvestres e as uvas são “alimentos sexuais” que podem ajudar a prevenir a disfunção eréctil. Ou seja, mais uma razão para juntar à lista de benefícios do vinho na nossa saúde.

O estudo foi realizado pelas equipas da Universidade de Harvard e da Universidade de East Anglia e a revista American Journal Of Clinical Nutrition publicou as conclusões; os homens com idades médias que consumiram bagas silvestres, cítricos e vinho tinto tinham 10% menos probabilidade de padecer disfunção eréctil, graças à presença dos flavonoides nestes alimentos.

Estes pigmentos naturais ajudam a proteger o organismo das deteriorações causadas pelas substâncias oxidantes, como os raios ultra-violeta e a contaminação ambiental e ajudam também a prevenir algumas doenças. As bebidas como o vinho e o chá, assim como a fruta e a verdura, possuem uma elevada presença de flavonoides.

Para realizar este estudo foram analisados mais de 50.000 homens, assim como a sua capacidade de ter e manter uma ereção. De 4 em 4 anos registaram-se os seus hábitos dietéticos, o seu peso corporal, actividade física e quantidade de cafeína consumida, assim como em relação ao tabaco.

Um terço dos indivíduos analisados sofreu disfunção eréctil durante o estudo. Aqueles que mantinham uma alimentação rica em antocianinas, flavonas e flavanonas demonstraram ter menos propensão para sofrer esta disfunção. Por outro lado, os homens que mantinham uma actividade física activa, como caminhar cerca de 5h semanais, unida a uma alimentação rica em flavonoides, apresentaram uma taxa de disfunção eréctil mais baixa.

Sobre o resultado deste estudo o Professor da Universidade de East Anglia – Aedin Cassidy – comunicou: “ Examinámos 6 tipos de flavonoides principais de consumo habitual e descobrimos que 3 deles –antocianinas, flavanonas e flavonas – são benéficos” … “os homens que consomem regularmente alimentos ricos em flavonoides, têm 10% menos de propensão a sofrer disfunção eréctil”.

 TAGS:Mob 2012Mob 2012

Mob 2012: um vinho branco da D.O. Dao da colheita 2012 e 12.5º de álcool en volume.

 

 

 TAGS:Herdade do Rocim Touriga Nacional 2014Herdade do Rocim Touriga Nacional 2014

Herdade do Rocim Touriga Nacional 2014: um vinho tinto Alentejo está elaborado com touriga nacional de 2014 e de um grau alcoólico de 14º.

 

 

Harmonizações infalíveis com salmão fumado

 TAGS:undefinedQuando pensamos em harmonizar salmão, normalmente as primeiras opções são vinho branco ou champanhe. No entanto, existem muitas outras harmonizações. Sejam vinhos, cervejas ou inclusive destilados, temos uma ampla variedade à nossa disposição, é só uma questão de arriscar em algo novo.

Vinhos

Sancerre, Pouilly-Fumé e outros Sauvignon da Região do Loire: Estes vinhos, de mineralidade bastante seca, apresentam delicados sabores de groselha e são perfeitos para acompanhar salmão fumado. Outros Sauvignon, também podem funcionar, sempre e quando não tenham paladar de ervas demasiado acentuado.

Chablis: Especialmente os Chablis novos, sem madeira, de frescura limpa e a acidez necessária para equilibrar o excesso de gordura do salmão. Os Chardonnay mais saborosos vão bem com salmão fumado quente.

Riesling: Os vinhos alemães de Riesling, os novos como o Kabinett, com os seus sabores intensos de maçãs verdes, combinam especialmente bem. Também os vinhos novos da Alsácia e os Riesling australianos podem ser uma boa opção.
Gewurztraminer. O gewurztraminer e o salmão fumado são um una excelente par. Não se deve deixar de provar.

Xerez muito seco com toque de manzanilla. Se gostas do Xerez seco, esta é a opção para harmonizar salmão fumado. O sabor salgado e picante do Xerez seco é perfeito, isso sim, acabado de abrir e bem frio.

 TAGS:Grand Régnard 2012Grand Régnard 2012

Grand Régnard 2012:  um vinhos branco da D.O. Chablis realizado com chardonnay da colheita 2012.

 

 

 TAGS:Jerez del PrincipeJerez del Principe

Jerez del Principe: um vinhos generoso da D.O. Montilla-Moriles elaborado com uvas jerez.

 

 

Cervejas e destilados

Cerveja Pilsner checa ou alemã. Ligeiramente amarga e fresca, a pilsen é perfeita para equilibrar o sabor denso do salmão.

Weissbier, Witbier ou cerveja de trigo. As cervejas ‘brancas’ vão bem com a maioria do marisco e do peixe fumado. Uma opção mais fresca e uma boa escolha para as tuas refeições de salmão.

Whisky de malte. Talvez não seja a primeira harmonização com salmão a que recorras, mas pode ser uma boa ideia num momento de improvisação. Escolhe um whisky de malte leve se o sabor fumado do salmão for suave ou um whisky de Islay se o prato tiver um sabor acentuado.

Aquavit. Destilado aromático característico dos países nórdicos, é uma opção muito original para acompanhar salmão. Os seus aromar de aneto e coentros fazem dele o companheiro perfeito para este peixe.

Vodka. Com uma vodka polaca bem fria dás uma volta surpreendente à tua refeição.

 TAGS:Linie Aquavit 1LLinie Aquavit 1L

Linie Aquavit 1L: um licores e cremes originário de Noruega. 

 

 

 TAGS:Lagavulin 16 AnosLagavulin 16 Anos

Lagavulin 16 Anos: um uísque Single Malt originário de Escócia com 43º de teor de álcool. 

 

 

De noite o vinho ajuda o teu coração

 TAGS:undefinedOs benefícios do vinho cada vez mais se vão dando a conhecer. Um dos novos estudos que o afirma foi realizado em Israel e conclui que um copo de vinho tinto tomado à noite pode proteger o coração.

A investigação – Efeitos do consumo moderado de álcool em doenças cardiometabólicas de adultos com diabetes tipo 2 – contou com a participação da Escola de Saúde Pública de Harvard, nos EUA, e a Universidade de Leipzig, na Alemanha.

Em relação ao diabetes, a investigação demonstrou conclusões com base em provas efectuadas a adultos com diabetes tipo 2 e a um segundo grupo de pessoas sem nenhum tipo de doença. Na prova, todos beberam 150 mm de água mineral, vinho branco ou vinho tinto.

A grande maioria dos indivíduos seguiram dietas saudáveis (dieta mediterrânica) e a bebida, água e vinho, foi a variável. Uma das conclusões a que chegaram, foi a de que o nível de colesterol era muito mais baixo naqueles que bebiam um copo de vinho à noite.

Durante o estudo também se verificou que as pessoas que beberam vinho branco e tinto gozaram de maior qualidade de sono do que aqueles que beberam água.
De um modo geral, os investigadores afirmam que as propriedades do vinho tinto vão mais além da protecção ao nosso coração.

Tendo em conta o seu consumo moderado, nosdiabéticos também se regista uma melhoria e redução dos riscos cardiovasculares. Evidentemente que estas conclusões vão acompanhadas de uma dieta saudável e exercício físico.

Os investigadores acreditam que esta descoberta ajuda a estabelecer parâmetros de melhoria dos diabéticos que consomem vinho tinto à noite.
Como temos vindo a explicar, os antioxidantes das uvas tintas são a chave dos benefícios do vinho.

 TAGS:Duorum 2013Duorum 2013

Duorum 2013: um vinho tinto da D.O. Douro realizado com tinta roriz e touriga nacional da colheita 2013 e com um grau alcoólico de 13,5º. 

 

 

 TAGS:Porca de Murça 2013Porca de Murça 2013

Porca de Murça 2013: um vinho tinto com D.O. Douro cujo coupage contém tinta roriz e touriga nacional de 2013 e tem um volume de álcool de 13º.

 

 

Mais vinho e melhor vida sexual

 TAGS:undefinedA melhor maneira de começar o ano é com boas notícias. 

Dizem por aí que, para além dos já conhecidos benefícios do vinho na nossa saúde, também pode ajudar a melhorar a vida sexual das mulheres.

Quem o afirma são Ricardo Bartoletti e Nicola Mondaini, doutores da Universidade de Florença, que realizaram uma investigação sobre o consumo de vinho.
O estudo revela uma relação directa entre o tipo de consumo, moderado e frequente, e a vida sexual feminina e conclui que consumir um ou dois copos de vinho diariamente gera desinibição e distensão nas mulheres.

A investigação baseou-se nas respostas de cerca de 1000 mulheres italianas, entre os 18 e os 50 anos de idade e com diferentes hábitos de consumo.

O objectivo era o de medir um índice de funções sexuais femininas, uma medida habitualmente utilizada em estudos sobre a sexualidade feminina que inclui questões sobre a vida sexual, como o desejo, interesse, lubrificação, orgasmos, satisfação e dor.
Os resultados indicam que as mulheres consumidoras de 1 a 2 copos de vinho por dia apresentam um índice de desejo sexual mais elevado que outras mulheres do estudo com outros tipos de consumo.

Os médicos afirmam que “existe uma relação potencial entre a ingestão de vinho e a qualidade da vida sexual” já que surgiu a hipótese de que os componentes do vinho aumentem o fluxo de sangue nas zonas erógenas e portanto, o estímulo sexual aumente.

Mondaini disse que o vinho tinto “faz com que as mulheres se sintam mais relaxadas aumenta a sensibilidade dos estímulos sexuais” e sugeriu seguir uma dieta mediterrânica, onde se inclui o vinho, para melhorar a saúde e o sexo.

 TAGS:Pombal do Vesúvio 2011Pombal do Vesúvio 2011

Pombal do Vesúvio 2011: um vinhos tinto com D.O. Douro da colheita 2011 e 14º de álcool. 

 

 

 TAGS:Porca de Murça 2014Porca de Murça 2014

Porca de Murça 2014: um vinhos tinto Douro do ano 2014. 

 

 

2 sobremesas irresistíveis com chocolate e vinho

 TAGS:undefinedSe o vinho e o chocolate são duas das tuas paixões, hoje estás com sorte. A nossa publicação combina estas duas maravilhas em duas receitas muito saborosas de sobremesas com vinho.

Bolo francês de chocolate e vinho

Ingredientes:

  • 6 gemas de ovo
  • 1 ½ chávena de farinha
  • ½ chávena de cacau amargo
  • 1 copo de vinho branco doce
  • 1 colherada de açúcar

Recheio:

  • 2 chávenas de creme de leite
  • 1 colher de fermento
  • 4 colheres de açúcar
  • 2 colheres de cacau amargo
  • 2 colheres de café instantâneo

Calda de vinho:

  • 1 chávena de água
  • 1 chávena de açúcar
  • 3 colheres de vinho branco doce

Elaboração:

  1. Deixar ferver a água e o açúcar para a calda durante pelo menos 5 minutos. Retirar do lume e juntar o vinho.
  2. Para o bolo, bater as gemas com o açúcar durante 15 minutos. Peneirar a farinha e juntar às gemas, com o cacau, fermento e o vinho.
  3. Untar uma forma com 22 cm de diâmetro, deitar o creme e levar ao forno a 170º c, durante 40 minutos.
  4. Para fazer o recheio, bater o creme de leite com o açúcar e depois juntar o cacau e o café e misturar novamente.
  5. Cortar o bolo horizontalmente em 4 partes. Molhar a segunda, a terceira e a quarta capa na calda de vinho e depois no creme batido.
  6. Montar o bolo e cobrir com o creme batido.

Bolos de chocolate com vinho tinto

Ingredientes:

  • 90gr de chocolate preto
  • 1 ovo
  • 30gr de manteiga
  • 30gr de açúcar
  • 40gr de farinha
  • 1 pitada de baunilha
  • 70ml de vinho tinto

Creme:

  • 370gr de leite condensado
  • 50ml de leite evaporado
  • 3 gemas de ovo
  • ½ vagem de baunilha

Elaboração:

  1. Bater o açúcar com os ovos, juntar o chocolate e a manteiga derretida.
  2. Juntar o vinho, o interior da vagem de baunilha e a farinha. Misturar bem.
  3. Deitar a massa nas formas untadas com manteiga.
  4. Levar ao forno durante 40 minutos a 170ºc.
  5. Para preparar o creme: aquecer os dois tipos de leite e sem deixar de misturar, juntar meia vagem de baunilha (retirar quando estiver quente).
  6. Bater as gemas com o leite quente.
  7. Deitar o creme numa panela e aquecer em lume brando, mexendo sempre até que fique espesso.
  8. Retirar do lume e levar ao frigorífico.
  9. Servir os bolos com um pouco de creme por cima.

E para acompanhar, que tal um champagne?

 TAGS:Mumm Cordon RougeMumm Cordon Rouge

Mumm Cordon Rouge: um vinhos espumantes com D.O. Champagne de Os mejores cachos de pinot meunier e chardonnay e com uma teor de álcool de 12º.

 

 

 TAGS:Moët & Chandon Brut ImpérialMoët & Chandon Brut Impérial

Moët & Chandon Brut Impérial: um vinhos espumantes com D.O. Champagne das adegas Moët & Chandon cujo coupage contém pinot noir e pinot meunier e 12,5º de grau alcoólico.

 

Envelhecer vinho: 5 curiosidades

 TAGS:undefinedNos últimos anos o vinho converteu-se num verdadeiro fenómeno social, gerador de múltiplas actividades, está presente em rotas turísticas, provas de todos os tipos, feiras, eventos festivais e um longo etc…

Simultaneamente, os produtores de vinho cada vez se esmeram mais no produto total que sai ao mercado. Os âmbitos são diversos e vão mais além do próprio processo de produção, abarcam embalagens e etiquetas atraentes e estudos prévios de consumo.
O site The Drinks Business publicou recentemente um artigo sobre os sistemas de envelhecimento do vinho. São estas as curiosidades que hoje queremos partilhar.

  1. Vinho “Extraterrestre”. Um britânico residente no Chile lançou um vinho envelhecido num meteorito “formado durante o aparecimento do sistema solar”. É um Cabernet Sauvignon, que, segundo o seu produtor, possui um sabor “vivo” graças a ter permanecido num barril de madeira na companhia de um objecto procedente do espaço extra-terrestre.
  2. Vinho envelhecido em ânforas. Estes recipientes foram utilizados na Antiguidade por diferentes civilizações com o fim de conservar, transportar vinho e azeite e inclusive mercadoria “seca”, tal como comprovam os achados arqueológicos. Actualmente, alguns produtores de vinho utilizam as ânforas para conferir sabores frutados e também mais neutros do que habitualmente acontece quando o vinho envelhece em barris de carvalho.
  3. Garrafas de carvalho. Se o vinho envelhece em barris de madeira, porque não utilizar este material para potenciar os vinhos mais novos? A Oak Bottle é uma ideia lançada pela plataforma de crowdfunding, Kickstarter, y promete demonstrar quais os efeitos do envelhecimento durante 6 meses em madeira de carvalho.
  4. Envelhecimento por calor. Tradicionalmente utilizado para envelhecer o vinho da Madeira, actualmente este método é utilizado para muitos tipos de vinho, que podem amadurecer nos cálidos porões dos navios mercantes ou em contentores de aço inoxidável entre 45º a 50ºc.
  5. No fundo do mar. A moda pegou, envelhecer vinhos novos em instalações subaquáticas é uma consequência das descobertas efectuadas em naufrágios e das garrafas de vinho e champanhe com mais de 170 anos em excelente estado de conservação.

 TAGS:Taylor's Twany 20 year oldTaylor’s Twany 20 year old

Taylor’s Twany 20 year old

 

 

 TAGS:Niepoort 20 YearsNiepoort 20 Years

Niepoort 20 Years

 

 

Geração Y, decisiva no incremento de vendas de vinho

 TAGS:undefinedA geração Y é um público jovem, com hábitos de consumo diferentes em relação a bebidas e quando comparada com gerações anteriores. Segundo as tendências de consumo, a Y prefere vinhos e licores à cerveja.

Os índices de consumo entre os 21 e os 26 anos de idade, em comparação com aqueles que se encontram entre os 27 e os 36 anos, demonstra que 28% da faixa etária mais jovem afirma beber vinho diariamente, contra 19% dos mais velhos desta geração. O fenómeno começa a influenciar a industria do vinho em vários aspectos, incluindo o packaging, que se adapta a este tipo de procura e mesmo o modo como se compra vinho.

Na Inglaterra, por exemplo, as vendas de vinho online aumentaram 3 vezes mais rápido do que as vendas tradicionais. O facto é que o último relatório trimestral de Vinho da Rabobank , demonstra que o comércio electrónico é quem incentiva praticamente todo o crescimento das vendas de vinho a retalho.

Mais vinho, menos cerveja

A geração Y prefere beber vinho e esta tendência, segundo um relatório recente de Morgan Stanley, começa a gerar uma certa preocupação em grandes empresas como a Anheuser-Busch, a MillerCoors e a Heineken.

“A tendência geral de consumo de cerveja continua a ser fraca e parece ser que os jovens, cada vez mais, recorrem a outras bebidas alcoólicas”, afirmam os analistas.
Entre aqueles que bebem cerveja, as preferências vão para a cerveja artesanal. Recentemente, o Wall Street Journal publicou um estudo que contabilizou 44% de consumidores de cerveja, entre 21 e 27 anos, que nunca provaram a marca Budweiser.

Para ter uma noção sobre o decréscimo do consumo de cerveja, comparando os valores da marca antes mencionada, em 1988 venderam-se 50 milhões de barris de cerveja, actualmente o valor é de 16 milhões de barris.

No entanto, as empresas produtoras de cerveja estão a trabalhar em novos produtos e estratégias com o objectivo de atrair os clientes mais jovens. A Anheuser-Busch, por exemplo, lançou o Bud Light Ritas, com sabor a Margarita e os Bud Light Mixxtails, versões novas de cocktails clássicos como o Furacão ou o Long Island Iced Tea.

 

 TAGS:Vila Flor Reserva 2011Vila Flor Reserva 2011

Vila Flor Reserva 2011

 

 

 TAGS:Pêra-Manca 2008Pêra-Manca 2008

Pêra-Manca 2008

 

 

Ideias para reciclar caixas de vinho

 TAGS:undefinedExiste uma enorme variedade, diria quase infinita, de materiais susceptíveis de serem reciclados para os nossos projectos. Sejam eles utilitários ou decorativos, o truque reside na paciência e na organização. Tal como as garrafas de vinho, as suas caixas também são um excelente material para reciclar e converter a vida dos objectos.

  • Caixa de joias: Uma das opções é transformar uma caixa de vinho numa gaveta ou separador para as tuas joias. Com uma serra de recortes podes cortar as peças laterais e o fundo da caixa, fixa a posição das peças com uma boa cola e reforça com pregos para madeira. Para fazer a tampa deves cortar uma peça com tamanho igual ao fundo, se gostas do estilo rústico não precisa de pintura, mas se assim te apetecer, o ideal é dar duas mãos de tinta com o intervalo de tempo recomendado pelo tipo de tinta.
  • Caixa-farmácia: Para construir uma caixa destas, o primeiro a fazer é reforçar toda a estrutura da caixa de vinho com pregos para madeira. Para a porta usa barras de madeira bem juntas e coloca duas dobradiças num dos laterais.
  •  Uma mala: Para os mais imaginativos: Para fazer uma mala, a caixa deve ser dividida em duas partes e depois reforçar a estrutura com chapas de madeira. O restante: fivelas, dobradiças, tiras de couro ou outro material resistente, fica a teu critério.
  •  Gaveta ou porta-revistas: Se precisas de um espaço extra para guardar coisas, recicla a tua caixa de vinho. Podes forrá-la com tecido, pintá-la e apoiá-la em quatro patas. Pode servir como gaveta, caixa ou porta-revistas.
  •  Cantinho para mascotes: Começar por limpar e forrar a caixa de vinho com o material que quiseres, tecido, cortiça ou então lixar a madeira e envernizar. Se lhe puseres uma boa almofada a tua mascote terá uma cama nova, mas se desejas fazer um espaço para o teu gato ou cão comerem, coloca a caixa de vinho com o fundo para cima e recorta duas partes com as medidas dos seus pratos de água e comida. O objectivo é que a tua mascote possa comer sem arrastar o seu prato. A caixa de vinho também pode ser convertida em alimentador de aves, cortando as peças para construir uma casa em miniatura e dois círculos espaçosos nas paredes para que as aves se possam alimentar facilmente. Lembra-te de lixar a casinha para que os convidados não se magoem e te agradeçam com o seu canto.
  • Móvel de parede: Se te atraem os projectos ambiciosos e tens 15 ou mais caixas de vinho para reciclar, este é o projecto ideal para ti. O teu móvel pode suportar livros, guardar objectos vários e até garrafas de vinho. Fixas módulos de 3 ou 4 caixas com pregos, ao colocar o seguinte nível, volta a fixá-los, desta vez em vertical. Lixa o móvel, pinta ou simplesmente dá-lhe uma mão de protecção com óleo de linhaça.

 TAGS:Estojo de vinho Pruno 2 garrafasEstojo de vinho Pruno 2 garrafas

Estojo de vinho Pruno 2 garrafas

 

 

 TAGS:Juvé  e Camps Caixa de madeira 6 garrafasJuvé  e Camps Caixa de madeira 6 garrafas

Juvé  e Camps Caixa de madeira 6 garrafas

 

 

5 notas curiosas na história do vinho

 TAGS:undefinedO mundo do vinho é uma fonte inesgotável de estórias, dados e informação de todo o tipo que torna imprescindível a existência de meios como este, nos quais tentamos diariamente oferecer o nosso contributo na tarefa de divulgar e organizar os conhecimentos constantes desta área apaixonante.

No entanto, há sempre um pouco de tempo para nos determos em curiosidades sobre vinho, como por exemplo:

  • Qual é o preço mais alto que já se pagou por um vinho?
    “Unicamente” 195.000 dólares por uma garrafa Balthazar (12 l de capacidade) de Château Margaux de 2009, vendida no Dubai em 2013.
  • Que quantidade de uvas é necessária para produzir uma garrafa de vinho?
    Depende do tipo de vinho, mas geralmente para obter uma garrafa de vinho de 75 cl é necessário um 1 kg de uvas.
  • Onde se produz mais vinho?
    A nível de extensão, em Espanha, porém, as vinhas francesas são mais produtivas. Itália ocupa a terceira posição e logo a seguir, a Austrália, África do Sul e Estados Unidos.
  • Qual é a maior garrafa de vinho do mundo?
    Uma garrafa chinesa… Concretamente mede 4,5 m de altura e contém 1.800 litros. Pelo que consta, trata-se de uma extravagância de um grupo de produtores locais.
  • Quantas garrafas de vinho podem ser abrtas em 42 segundos?
    Segundo o livro Guinness dos Recordes; 22 garrafas! Quem atingiu este recorde foi Ana García, estudante de Hotelaria de Santo Domingo de la Calzada, que utilizou um saca-rolhas Lever 300 Screwpull na proeza.

Conheces alguma estória curiosa sobre vinho? Se a resposta for sim, partilha-a connosco nos comentários.

 

 TAGS:Dow's 2011Dow’s 2011

Dow’s 2011 foi obtido de pelo menos 44 fermentos dos melhores frutos da Quinta do Bonfim (35% da mistura), Quinta da Senhora da Ribeira (42%) i Santinho (14%) e Cerdeira (6%).

 

 

 TAGS:Pêra-Manca 2008Pêra-Manca 2008

Pêra-Manca 2008 um vinhos tinto da D.O. Evora elaborado com trincadeira e aragonêz de 2008 e tem um grau alcoólico de 15º.