Etiqueta: uvinum

Vinhas silvestres, a novidade dos vinhos naturais

 TAGS:undefined

Segundo o geneticista de uvas Jose Vouillamoz, a colheita derivada de vides silvestres anuncia-se como sendo o verdadeiro modo de obter autênticos vinhos biológicos, com colheitas naturais. Vouillamoz afirma que as vides que crescem a partir de sementes não são naturais.

Por outro lado, o produtor de vinho Frank Cornelissen tem a opinião de que a vinha cultivada por sementes pode possuir maior resistência às doenças, com o qual Vouillamoz discorda, já que acredita que as vides silvestres são muito mais resistentes.

Durante o simpósio MW, que decorreu em Maio, em Florença, Cornelissen declarou ter plantado uma vinha experimental nas encostas do Etna, esta vinha é constituída apenas por plantas desenvolvidas a partir de sementes e o objectivo é o de ?criar variedades resistentes a novas doenças?.

Vouillamoz, também presente neste simpósio, refutou a abordagem de Cornelissen, afirmando que estes sistemas de vinhas experimentais são susceptíveis de gerar vides mais vulneráveis. As palavras de Vouillamoz denotam a sua preocupação pela possibilidade de perda de essência das vinhas: ?Este tema preocupa-me, pois as sementes são um resultado da fecundação, ou seja, se por exemplo se tratasse de uma vide Nerello Mascalese, então estaríamos a transformar a sua identidade, esta vide não seria, jamais, uma Nerello Mascalese?.

Seguindo este raciocínio declarou: ? Porém, a produção é, sobretudo um resultado da auto-fertilização, portanto o resultado é muito menos resistente e extremamente susceptível a várias doenças?.

Vouillamoz acrescentou ainda que já tinha comentado as suas opiniões com o conhecido enólogo californiano Randall Grahm, cujas expectativas também passam pelo aguardar da colheita gerada por sementes para a sua quinta em Bonny Doon.

Vouillamoz salientou que o objectivo de Grahm difere do seu, já que este último pretende utilizar as vides de sementes de colheita própria como porta-enxertos (ou cavalo) por resultarem menos dependentes de rego e, finalmente, referiu que quanto maior for a idade da uva, maior será o número de clones.

Neste contexto, podemos concluir que o futuro das vides pode ser realmente diferenciado em relação aos métodos de produção e como estes, apresentando diferentes respostas, de vulnerabilidade ou resistência, perante as doenças, geram resultados mais ou menos efectivos para os produtores.

Qual é a tua opinião? Achas que as vinhas silvestres produzem vinhos mais autênticos ou será apenas uma moda?

Hoje recomendamos-te 2 vinhos biológicos para que possas apreciar as diferenças:

 

 TAGS:Ecologic de Binigrau Negre 2012Ecologic de Binigrau Negre 2012

Ecologic de Binigrau Negre 2012

 

 

 TAGS:Château Tour Des Gendres- Moulin Des Dames 2011Château Tour Des Gendres- Moulin Des Dames 2011

Château Tour Des Gendres- Moulin Des Dames 2011

O segredo de um gin tónico perfeito? Um gin perfeito

O gin tónico perfeito apenas tem um segredo. Bom…dois: o primeiro é a qualidade do gin, o segundo, que a mistura não oculte os aromas originais do próprio gin. Nem tónicas muito originais, nem condimentos em demasia. Qualidade e simplicidade, e a partir daí; a saborear!

Gin tónico clássico

Para obter a sua versão genuína, a escolha do gin passa por um clássico como Seagrams ou Tanqueray, nos quais o zimbro tem a função predominante.

 TAGS:undefinedIngredientes:

  • Um shot de gin Seagrams
  • Uma mini de tónica Fever Tree
  • Gelo (com água de mineralização baixa)
  • Um limão
  • 4 ou 5 bagas de zimbro

Elaboração:

Colocar gelo num copo de balão até cobrir. Cortar uma casca de limão (sem parte branca), espremê-la dentro do copo e deslizá-la no bordo do mesmo antes de a juntar ao gelo. Apertar algumas das bagas (cuidadosamente para não as partir) e deixar dentro do copo. Adicionar o gin, e, com suavidade, a tónica. Uma colher de cabo entrelaçado ajuda a que escorregue mais suavemente.

Gin tónico cítrico

O ideal para esta receita é escolher um gin com mais notas cítricas, como o Citadelle (maior presença de limão e além de mais, suave e com sabor de especiarias).

Ingredientes: TAGS:undefined

  • Una medida de chupito de ginebra Citadelle
  • Um shot de gin Citadelle
  • Uma mini de tónica Fever Tree Lemon
  • Gelo (com água de baixa mineralização)
  • Uma laranja

Elaboração:

Colocar gelo num copo de balão até cobrir. Cortar uma casca de laranja (sem parte branca) , espremê-la dentro do copo e deslizá-la no bordo do mesmo antes de a juntar ao gelo.  Adicionar o gin, e, com suavidade, a tónica. Uma colher de cabo entrelaçado ajuda a que escorregue mais suavemente. 

Gin tónico floral

O toque floral é dado por um gin como o Bulldog, onde predominam sabores vegetais como a semente de papoila. Também podem ser incluídas algumas folhas seca de alfazema, flor de laranjeira e rosa.

 TAGS:undefinedIngredientes:

  • Una medida de chupito de ginebra Bulldog
  • Um shot de gin Bulldog
  • Uma mini de tónica  Boylan
  • Gelo (com água de baixa mineralização)
  • Uma quantidade moderada de folhas secas de alfazema, flor de laranjeira e rosa

Elaboração:

Colocar gelo num copo de balão até cobrir. Adicionar as folhas secas secas de alfazema, flor de laranjeira e rosa. Adicionar o gin, e, com suavidade, a tónica. Uma colher de cabo entrelaçado ajuda a que escorregue mais suavemente. Deixar repousar para que dê tempo a que as folhas se hidratem e servir.

 

 

 

Agora só falta que saboreies o teu gin tónico e te deixes embriagar pelo seu paladar fresco e especial… Saúde!

 

 TAGS:Seagram's GinSeagram’s Gin

Seagram’s Gin

 

 

 TAGS:Gin CitadelleGin Citadelle

Gin Citadelle

 

 

 TAGS:BulldogBulldog

Bulldog

 

 

 TAGS:Fever TreeFever Tree

Fever Tree

 

 

 TAGS:Fever Tree Lemon Tonic 200mlFever Tree Lemon Tonic 200ml

Fever Tree Lemon Tonic 200ml

 

 

 TAGS:Boylan TonicBoylan Tonic

Boylan Tonic

O cocktail Brain-Duster

 TAGS:undefinedO Brain-duster deve o seu nome a George J. Kappeler, que o criou em 1895, é um cocktail elaborado com absinto, whisky, vermute e amargo de angostura (bitter).

Habitualmente é servido em copo de cocktail e a sua aparência é leitosa e ligeiramente esverdeada devido ao absinto (a marca Absinto é a mais recomendável para a sua elaboração).

Os ingredientes do Brain-duster

Elaboração do Brain-duster

Mistura todos os ingredientes com gelo picado e coa o líquido num copo de cocktail.

Há quem substitua o absinto por pastis ou pernod, não é recomendável utilizar losna, mas quem o faz assegura que deve ser de 100º para conseguir um resultado mais eficaz. Outros preferem o bourbon e inclusive existem variações que incluem xarope de cana.

O absinto, elaborado com a planta Artemisa Absinthium é conhecido como ?fada verde? e possui um sabor de anis que confere personalidade ao Brain-duster. Antigamente, o absinto era vendido como bebida medicinal nas farmácias mas depois gerou controvérsia e actualmente é uma bebida carregada de história e misticismo, muitas vezes incorporada a cocktails, tal como o que hoje descrevemos.

Em relação ao amargo de angostura, utiliza-se como bitter em diferentes cocktails e mesmo em culinária. Inicialmente foi usado para combater as dores de estômago, hoje é o aliado ideal para fortalecer os sabores de cocktails como o Mojito e a Cuba-livre.

As nossas recomendações para um Brain-duster espectacular:

 TAGS:Absinto Collector Mari MayansAbsinto Collector Mari Mayans

Absinto Collector Mari Mayans: o absinto de Ibiza

 

 

 TAGS:Hibiki 17 yearsHibiki 17 years

Hibiki 17 years: um whisky japonês com as melhores virtudes dos escoceses

 

 

 TAGS:Vermouth Perucchi Gran Reserva 1LVermouth Perucchi Gran Reserva 1L

Vermouth Perucchi Gran Reserva 1L: o vermute mais elegante e refinado, frutado e com o seu tradicional fundo amargo

 

 

 TAGS:Angostura 200mlAngostura 200ml

Angostura 200ml: o complemento indispensável dos cocktails

 

Vinho para melhorar a memória

 TAGS:undefinedSegundo um estudo publicado pela revista Journal of Neuroscience, o resveratrol demonstrou melhorar a memória, este composto, presente na pele das uvas tintas, tem a capacidade de melhorar a memória a curto prazo.

Este estudo, realizado pelos investigadores da Universidade Charité de Berlim, centrou-se nos efeitos do resveratrol em pessoas com excesso de peso. Foram efectuadas várias provas, antes e depois do estudo, assim como provas de memória, uma análise de sangue e um scanner do cérebro dos participantes.
23 voluntários receberam 200 mg de resveratrol diariamente, enquanto que um segundo grupo, com igualmente 23 voluntários, receberam um placebo. No final do estudo foi possível concluir que aqueles que tinham consumido resveratrol tinham melhor memória a curto prazo do que aqueles que tinham recebido placebo.

Segundo a investigadora Veronica Witte: ? Este estudo é o primeiro que demonstra existir uma relação directa entre o composto do vinho tinto e a capacidade cognitiva de adultos com excesso de peso?.

As análises de sangue, através de um marcador de açúcar no sangue, mostraram níveis baixos nos indivíduos que tinham recebido resveratrol, o qual indica que o metabolismo do açúcar pode estar relacionado com a actividade cerebral e a memória.

Um outro estudo, da Universidade John Hopkins de Medicina, em Baltimore, Maryland, indicou que os benefícios do resveratrol para a saúde são um mito. Neste caso foi estudado um grupo de 783 anciãos italianos e durante um período de 16 anos. Os resultados indicaram que o resveratrol não se associou à redução de inflamações, doenças cardiovasculares, cancro ou mesmo longevidade.

Apesar de tudo, este é o antioxidante do vinho mais utilizado nas empresas dedicadas à pele. As suas propriedades anti- envelhecimento, perfeitamente comprovadas, deixam este composto no topo de lista dos tratamentos de pele.

 TAGS:Cabriz Colheita Seleccionada 2009Cabriz Colheita Seleccionada 2009

Cabriz Colheita Seleccionada 2009

 

 

 TAGS:Monte Velho 2010Monte Velho 2010

Monte Velho 2010

Cientistas provam a existência de “óculos de cerveja”

 TAGS:undefinedOs investigadores da Universidade de Bristol afirmam ter demonstrado a existência dos ?óculos de cerveja?. As conclusões apontam que tanto homens como mulheres, depois de algumas cervejas, acham as outras pessoas mais atraentes, nada que não se tenha discutido até agora com piadas a acompanhar, com a diferença de que agora se considera um facto cientifico.

?A beleza encontra-se na visão do bebedor de cerveja? – este é o título do estudo e foi um dos 10 prémios concedidos o ano passado pela Universidade de Harvard.

Neste estudo, realizado por investigadores da Unidade de Investigação de Tabaco e Álcool da Universidade de Bristol, foi pedido aos voluntários que analisassem fotografias de homens, mulheres e paisagens, antes e depois de consumir álcool. Depois os voluntários foram divididos em dois grupos, num dos grupos distribuíram-se bebidas alcoólicas e no outro um placebo sem álcool, aos dois grupos foi pedido que atribuíssem uma classificação de atracção em relação às imagens.

Os resultados das classificações mostraram que; o grupo que tinha consumido álcool conferiu uma pontuação mais alta a cada imagem em comparação com o grupo que tinha bebido placebo sem álcool.

Olivia Maynard, que coordena esta investigação declarou ao Bristol Post:

“Além da diversão, este estudo também tem uma mensagem séria. Se o álcool pode mudar a percepção do que é atractivo para nós, então, esse podia ser um factor a ter em conta nos comportamentos de risco, sob o efeito do álcool, tal como as relações sexuais sem protecção”.

O próximo objectivo da equipa de Bristol é o de ampliar a sua investigação aos pubs, efectuando ensaios de mais de 4 noites em 3 pubs de Bristol.

Anteriormente a este estudo, uma equipa de investigadores franceses e americanos ganhou o prémio Ig Nobel de Psicologia, demonstrando que o efeito ?óculos de cerveja? também faz com que o consumidor de cerveja se sinta mais atraente.

E tu? Achas que estes estudos sobre o efeito da cerveja têm razão, ou serão apenas para chamar a atenção? De qualquer modo nós recomendamos, sempre, beber com moderação e de preferência bebidas de qualidade, como aquelas que te recomendamos hoje:

 TAGS:Innis & Gunn Finish RumInnis & Gunn Finish Rum

Innis & Gunn Finish Rum

 

 

 TAGS:Mikkeller Sort GulMikkeller Sort Gul

Mikkeller Sort Gul

Arroz de Carabineiros

 TAGS:undefinedO arroz de carabineiros é uma receita típica em toda a costa portuguesa e também na Andaluzia, em Espanha.

É fácil de preparar, os carabineiros são ricos em proteínas e com baixo teor de gordura e a presença de amido no arroz garante-lhe uma refeição energética.

Ingredientes

  • 4 Carabineiros de tamanho grande
  • 300 gr de arroz carolino
  • 1 cebola grande
  • 1 colher de chá de pimentão doce
  • Um pouco de açafrão
  • 2 tomates
  • O dobro de volume do arroz em caldo de peixe
  • 1 copo de vinho branco
  • 1 copo de brandy
  • Sal
  • Pimenta
  • Azeite virgem.

Preparação

  1. Passo 1: Descascar os carabineiros deixando apenas a casca da extremidade. Guardar as cabeças e o resto das cascas.
  2. Passo 2: Deixar dourar as cabeças e cascas dos carabineiros numa panela com um pouco de azeite a fogo médio.
  3. Passo 3: Pressionar ligeiramente as cabeças e cascas com um garfo, de modo a que soltem o seu líquido e adicionar o copo de brandy.
  4. Passo 4: Aguardar que o álcool se evapore e juntar pimentão doce sem parar de mexer.
  5. Passo 5: Adicionar o tomate cortado em cubos pequenos e deixar refogar cerca de 5 minutos.
  6. Passo 6: Juntar o caldo de peixe e deixar ferver 20 minutos para depois coar e reservar.
  7. Passo 7: Refogar a cebola picada numa panela com azeite, quando ficar dourada deitar 300gr de arroz e o açafrão e deixar fritar tudo durante 1 minuto.
  8. Passo 8: Adicionar o copo de vinho branco, após que o álcool se evapore juntar o caldo anteriormente reservado e deixar cozinhar a fogo lento cerca de 18 minutos.
  9. Passo 9: Fazer um corte nos carabineiros de modo a extrair-lhes os intestinos e depois grelhá-los ligeiramente.
  10. Passo 10: Para servir, fazer uma cama de arroz aos carabineiros.

E qual o vinho que recomendamos? Poderia ser um tinto para regar o sabor intenso deste prato, mas desta vez aconselhamos dois brancos, talvez porque o Verão já bate à porta.

 TAGS:Pêra Manca 2011Pêra Manca 2011

Pêra Manca 2011

 

 

 TAGS:Planalto 2012Planalto 2012

Planalto 2012

Domínios suspensos – .wine e .vin

 TAGS:A suspensão dos domínios .wine e .vin desencadearam uma tempestade de opiniões, a comissão europeia concedeu o seu apoio à medida em questão, segundo a qual estes domínios ficarão suspensos durante um período aproximado de dois meses.

Esta decisão é da responsabilidade da Corporação Norte Americana para a Atribuição de Nomes e Números na Internet (ICANN) e pretende ajudar a proteger os detentores de indicações geográficas de aplicativos que possam pôr em risco a integridade do sector em questão.

Por outro lado, Bruxelas têm a opinião de que os programas de domínios .wine e .vin não devem ser iniciados sem que antes se proceda à protecção dos direitos dos produtores de vinho, assim como os seus consumidores.

Antes de da interrupção do uso destes domínios, os utilizadores de internet tinham a possibilidade de os adquirir, tivessem eles, ou não, uma relação directa com as localizações geográficas dos sites de vinho. Uma das consequências mais graves desta possibilidade é a desvalorização económica das denominações de origem controlada, que, evidentemente afecta maioritariamente aquelas que possuem maior valor comercial a nível internacional.

Entre estas denominações de origem, e com grande peso no mercado internacional, estão La Rioja, Porto e Bordeaux. Ainda que possa parecer uma medida extremista, a UE apenas pretende garantir direitos e que as normas de protecção das localizações geográficas sejam respeitadas também na internet.

Outras perspectivas, a da EFOW (Federação Europeia de Vinhos com Denominação de Origem) e a da CECRV (Conferência Espanhola de Conselhos Reguladores) são mais desconfiadas, já que temem que estes domínios sejam atribuídos, no futuro, sem verdadeiro controle e protecção.

 TAGS:Explicit 2010Explicit 2010

Explicit 2010

 

 

 TAGS:Planalto 2012Planalto 2012

Planalto 2012

Uvinum premiada com o Best Customer Experience Award 2012

Estamos muito felizes! A organização Best Customer Experience Institute, com sede em vários países e responsável por avaliar e premiar as melhores práticas na área de Serviço ao Cliente e a excelência na Experiência e a Fidelização de Clientes, nos premiou com o Best Customer Experience Award 2012 na categoria de E-commerce de Alimentos.

 TAGS:

O melhor de tudo é que não nos apresentamos para este prêmio. Foram 2.000 pessoas que selecionaram 500 marcas, incluindo Uvinum, competindo em nossa categoria com Caprabo ou os nossos amigos de Ulabox. E nós ganhamos! No cálculo geral do estudo, superamos grandes marcas e serviços como Lastminute, El Corte Inglés … E outros mais. Como sempre, tudo é discutível. Mas, no final, o importante é que são os utilizadores e uma empresa especializada quem nos avaliam.

 TAGS:

Quase 30 mil clientes confiaram em nós nos dois anos em que vendemos, como marketplace, vinhos, bebidas destiladas e produtos gourmet. Dois anos intensos em que melhoramos em qualidade de serviço, mas ainda temos muito a fazer. Há muitos clientes satisfeitos, mas também há algum que não está tanto. Mas este prêmio nos dá mais confiança para seguir o nosso caminho. Obrigado a tod@s por este presente.

E uma grande saudação para a nossa equipa de Serviço ao Cliente (Mary, Michael, Giulia e Conchetta) que, juntamente com o resto da equipe Uvinum-Verticomm,  fazem com que reconhecimentos como este sejam possíveis.

Comprar vinho por Internet

 TAGS:Comprar vinho por Internet ainda é algo que surpreende a mais de um utilizador. Muitos conhecidos meus, amantes de vinho e compradores habituais nas enotecas ou supermercados, dizem-me que jamais compraram vinho por Internet. Dentro da nossa tarefa do dia-a-dia na Uvinum, está também a de divulgar a nossa experiência e de apregoar as vantagens que tem a Rede, sobre canais mais tradicionais.

Comprar vinho por Internet já é uma realidade. Nos E.U.A. já representa mais de 8% do mercado B2C, o que equivale a mais de 2.000 milhões de dólares. Na Europa, as vendas de vinhos por Internet crescem de ano para ano mais de 10%, ainda que seja verdade que em Espanha, os consumidores não souberam ver ( e provavelmente as empresas não souberam educar convenientemente o utilizador) as cómodas vantagens de comprar por Internet.

Como tal, creio que é correto fazer um processo de reflexão sobre quais os pontos-chave a ter em conta no momento em que te decides a comprar um vinho numa enoteca ou num supermercado, por exemplo. Nós fizemos vários debates com gente do sector (e gente fora dele) e estes são os pontos que mais se destacaram no momento de tomar uma decisão para comprar um determinado vinho:

  • Receber uma recomendação
  • O preço e a relação qualidade-preço
  • A informação completa sobre o vinho
  • A marca
  • Descobrir um vinho
  • Design/embalagem
  • Uvas
  • E DOC (denominação de origem controlada)

A tudo isto, eu acrescentaria:

  • A amplitude do catalogo
  • Recomendações não influenciadas por um interesse comercial em comprar esse vinho Vs, outro.
  • O conforto de poder comprar o vinho quando assim o desejas (no trabalho, em casa, etc…)
  • Receber recomendações personalizadas
  • Poder comparar entre preços de várias lojas e escolher o melhor preço

Se somar todos estes pontos, todos eles constituem argumentos claros para comprar vinho pela Rede. A Internet oferece todas as opções já aqui expostas, mas, infelizmente, comprar vinho por Internet não é uma realidade massiva na Espanha de hoje em dia.
Do que é que estamos à espera para que não seja assim?
Se no mundo das viagens, a Internet já representa mais de 25% das vendas, dadas as suas evidentes vantagens (sobre uma agência de viagens tradicional), como é que não se passa o mesmo com o vinho?

Para além de tudo isto, existem várias lojas online que estão a desempenhar um trabalho fantástico, como: Vila Viniteca, Aporvino, Grau Online, Ecomprarvino, Wine.com, Chateauonline, 1885.com… Todas elas demonstraram, ao longo do tempo, a sua qualidade como serviço e a sua vantagem como canal de venda.
Por outro lado, quando falo com outras pessoas sobre o tema de venda de vinhos online e as possíveis desvantagens da Rede, algumas dizem-me:

É que por Internet não se pode degustar o vinho…

E é verdade. Na Rede não se pode degustar. Mas por acaso podes fazê-lo num supermercado ou na grande maioria das enotecas?

Em última análise, cada espaço de venda: lojas especializadas; enotecas; supermercados, etc… tem as suas vantagens. O mais importante é difundir a cultura do vinho, e o consumo responsável, para partilhar com a tua família ou amigos.

Recomendamos: Comprar vinho, Cava e Champanhe ao melhor preço em Uvinum.

Uvinum, um projeto para todos os amantes do vino

Somos apaixonados por vinho. Empreender era algo que os 3 fundadores tinham certeza. E conseguimos unir uma paixão (vinho) com outra paixão: empreendedorismo. Em si, já é um grande começo. Um início que foi idealizado no dia 09 de dezembro de 2008, quando uma simples mensagem no Facebook com título “um projeto” começou toda esta história emocionante.

Já se passaram mais de 7 meses, e Uvinum cresceu passo a passo. Reuniões para definir e refinar o projeto, para esclarecer o foco e otimizar o nosso conhecimento do mercado para ter melhor garantia de sucesso.

Mas o que é Uvinum? Uvinum tem por missão revolucionar o mundo do vinho, aproximando-o do mercado de varejo (consumidores) através das recomendações de vinhos por parte dos próprios clientes. Uvinum quer recomendar a cada usuário, cada um com seus diferente interesses, os vinhos que melhor correspondam ao seu perfil para poder encontrar sempre o melhor produto ao melhor preço. Uvinum pretende ser a porta de entrada para qualquer pesquisa ou dúvida sobre vinho, baseando-se em acordos com as principais lojas on-line nacionais e internacionais para que o consumidor possa sempre encontrar a melhor opção de compra disponível.

Uvinum é um projecto ambicioso que pretende liderar o mercado de recomendações a nível mundial. Um projeto sobre o que daremos mais informações em breve a respeito do seu lançamento e de nossos serviços. Então aconselho que visite agora Uvinum e nos facilite seu e-mail para que lhe informemos sobre nossos próximos passos.

E não se esqueça: uma taça de vinho é um dos prazeres da vida. Desfrute e compartilhe!