Etiqueta: saúde

Novo estudo revela mais benefícios do vinho tinto para o coração

Já existem diversos estudos comprovados que indicam que o vinho tinto é bom para o coração, mas agora surgiram novas evidências dos seus benefícios, e, desta vez fornecidas pelo Departamento de Ciências Biomédicas Comparadas de LSU, nos Estados Unidos. Aqui estão a desenvolver um novo stent que liberta antioxidantes do vinho tinto, lentamente ao longo do tempo, e que previne a coagulação do sangue e a inflamação.

Os responsáveis por este projecto explicam que, ao fornecer antioxidantes de vinho tinto durante a angioplastia convencional, é possível evitar uma excessiva acumulação de tecido e permitir que o vaso sanguíneo volte a estreitar à medida que cura.

Para além do stent, também estão a desenvolver um balão coberto pelos mesmos compostos para tratar bloqueios do fluxo sanguíneo em todo o corpo, relativamente à doença da artéria periférica.

Estes balões cobertos de fármacos são um produto relativamente novo e estão a ser desenvolvidos no intuito de ajudar os cardiologistas de intervenção a tratar as artérias dificilmente tratáveis através da angioplastia tradicional, e os tratamentos com endopróteses.

Tal como já foi referido, existem mais estudos que explicam as vantagens do vinho tinto na protecção do coração. Uma investigação publicada no JAMA Internal Medicine revela que o resveratrol não tinha relação com os índices de doenças cardíacas e com cancro. Também se demonstrou que as pessoas que bebem quantidades moderadas de álcool, independentemente do tipo de bebida, tendem a apresentar melhores resultados sanguíneos.

Por outro lado, um estudo recente publicado pelo Instituto Nacional de Investigação do Vinho na Austrália, indica que beber vinho com moderação reduz o risco de sofrer doenças cardíacas, já que as pessoas que bebem uma pequena quantidade regularmente (especialmente às refeições) têm 30% menos de probabilidades de sofrer doenças de coração.

 

 TAGS:Domaine de Chevalier 2010Domaine de Chevalier 2010

Domaine de Chevalier 2010

 

 

 TAGS:Pêra Manca 2011Pêra Manca 2011

Pêra Manca 2011

4 conselhos para ter uma vida saudável com vinho

De vez em quando voltam a aparecer novos estudos sobre os benefícios do vinho para a saúde, e pouco depois surge um outro estudo que enumera as doenças relacionadas com o consumo de vinho.

No lado dos benefícios de tomar um copo de vinho diariamente: redução do colesterol, tensão alta e diabetes, do outro lado: possível desenvolvimento de cancro e problemas de fígado. Perante esta perspectiva é natural que se pergunte se pode ter uma vida saudável bebendo vinho. A resposta é sim. O vinho contém substâncias que se sabe serem benéficas para a saúde, de modo que: é recomendável beber um copo de vinho por dia.

4 conselhos para uma vida saudável bebendo vinho

O consumo moderado de vinho não tem por que ser nocivo para a saúde, mais ainda, pode ser inclusive benéfico se for incluído num estilo de vida com hábitos saudáveis.

1 – Seguir uma dieta saudável e equilibrada: o hábito mais importante para manter um estilo de vida saudável. Frutas e vegetais com maior presença e sem esquecer a fibra. Existem muitos vinhos cuja harmonização é feita com saladas e guisados. A carne e o peixe são importantes na alimentação mas é necessário escolher peças magras e reduzir a ingestão de gorduras animais.
2 – Ter uma vida activa. O desporto deve ser praticado regularmente, já que também contribui para manter a saúde. Não é necessário que seja uma actividade intensiva e extenuante, mas sim que seja praticada com frequência.
3 – Redução de stress. Tão importante como a alimentação e o desporto é o facto de relaxar e evitar o stress. Uma boa forma de o fazer? Reunir-se com amigos de vez em quando, acompanhados de uma boa garrafa de vinho.
4 – Beber vinho responsavelmente. O vinho pode fazer parte de uma vida equilibrada e saudável, pode ser, inclusive, a desculpa perfeita para um encontro com amigos ou para uma boa refeição em boa companhia. A quantidade diária recomendada é de 125ml, e nunca com o estômago vazio.

De modo que parece que sim, que é possível ter uma vida saudável bebendo vinho. E já agora, contrariamente ao que se diz; vinho branco e vinho tinto possuem exactamente os mesmos benefícios para a saúde.

 

 TAGS:Carm cm 2011Carm cm 2011

Carm cm 2011

 

 

 TAGS:Principal Grande Reserva 2009Principal Grande Reserva 2009

Principal Grande Reserva 2009

Estudos: o vinho e os casais

 TAGS:undefinedSendo moderado, o consumo de álcool pode trazer grandes benefícios, seja a nível de saúde, como de qualidade de vida de um modo geral, o que, evidentemente, inclui as relações emocionais, sexuais, e a vida a dois.

Um novo estudo, organizado pela Universidade de Michigan, nos EUA, concluiu algo surpreendente em relação aos hábitos de consumo e os casais. Segundo esta análise, os casais com mais de 50 anos e com hábitos semelhantes em relação ao consumo de álcool (partidários ou abstémios) tendem a apresentar mais “sintomas de felicidade”, em comparação com os casais de diferentes hábitos.

Um dos dados revelados por este estudo (e com o seu peso), é que as esposas (amantes, namoradas ou qualquer outra definição que desejem) que se manifestaram insatisfeitas com as suas relações, consumiam álcool, porém sem que o seu companheiro o fizesse.
Segundo o estudo: “As esposas com hábitos de consumo de álcool afirmaram que a qualidade da relação era melhor quando os seus companheiros tinham o seu mesmo hábito, por outro lado, o resultado foi inverso, nos casos em que “eles” não bebiam”.

A Dra. Kira Birditt foi a autora desta análise aplicada a 2.767 casais, entre os anos 2006 e 2016. Todos os participantes foram entrevistados pelos estudiosos e submetidos a um questionário sobre os seus hábitos de consumo: qual a frequência de consumo, qual a quantidade ingerida, etc. Estes casais responderam também a um inquérito sobre o seu casamento ou relação, qualidade da mesma, e aspectos menos agradáveis do outro; demasiado crítico, pouco fiável, e mesmo irritante. O tempo médio de relação destes casais é de 33 anos, e pelo menos ? de esta amostra, viviam com o seu primeiro e único companheiro.

Se deseja saber mais sobre este estudo, click aqui. E recorde sempre: o consumo de álcool em excesso pode ser realmente grave para a saúde.

 

 TAGS:El Novio Perfecto 2015El Novio Perfecto 2015

El Novio Perfecto 2015

 

 

 TAGS:La Novia Ideal 2015La Novia Ideal 2015

La Novia Ideal 2015

 

Ginásio e vinho?

 TAGS:undefinedHá aproximadamente dois anos, o investigador Jason Dyck, da Universidade de Alberta, no Canadá, publicou um estudo sobre a relação existente entre a actividade física e um elemento encontrado em vários alimentos, nomeadamente nas uvas, chamado resveratrol.

Para surpresa de muitos, incluindo os investigadores, os resultados indicaram que o resveratrol gera efeitos semelhantes àqueles que se observam após um treino intenso. Jason Dyck afirma que este elemento pode contribuir para melhorar o desempenho físico, e também ajudar as pessoas que padecem problemas cardiovasculares, cansaço excessivo, e outros factores que impeçam uma actividade física intensa.

Apesar da veracidade do estudo, muitas pessoas, sobretudo nas redes sociais, se convenceram que beber vinho é a melhor alternativa a transpirar no ginásio, e isto é algo absolutamente falso.

Jason Dyck efectuou várias entrevistas no sentido de esclarecer esta confusa informação: “Em primeiro lugar, a actividade física jamais poderá ser substituída por qualquer substância e é necessária para manter uma vida saudável.

Mas nem tudo são más notícias. Jason prosseguiu a sua investigação e concluiu que o resveratrol poderia ser utilizado como um aditivo para incrementar o desempenho do exercício físico. Também referiu aquilo que já todos sabemos: um copo de vinho por dia traz benefícios à saúde, tais como a redução do colesterol “mau”e a prevenção de vários tipos de cancro, entre muitos outros.

 TAGS:Herdade da Bombeira 2012Herdade da Bombeira 2012

Herdade da Bombeira 2012

 

 

 TAGS:Herdade da Bombeira Escolha Syrah 2011Herdade da Bombeira Escolha Syrah 2011

Herdade da Bombeira Escolha Syrah 2011

 

 

Quem bebe vinho ou cerveja, come melhor

 TAGS:undefinedSegundo um estudo da Universidade Miguel Hernández (UMH) em Elche, os estudantes que bebem cerveja e vinho, moderadamente, habitualmente consomem maior quantidade de peixe, frutas e hortaliças, ingredientes que fazem parte da dieta mediterrânica e considerados base de uma alimentação saudável.

Por outro lado, os jovens abstémios inquiridos (mais de 1000 entre 17 e 35 anos de idade), admitiram consumir uma menor quantidade de peixe, fruta e hortaliça e o dobro de carne, tal como indicaram também os inquéritos efectuados a consumidores de vários tipos de álcool, quando comparados com os bebedores moderados de cerveja e vinho.

Segundo estes resultados, 18,9% dos participantes tomava apenas vinho ou cerveja de forma moderada, 19,5% não bebia álcool e 61,6% consumia diversos tipos de álcool, incluindo bebidas de elevado teor alcoólico.

O consumo médio de álcool atingiu 4,3g diários, um valor possível de considerar entre baixo a moderado, já que é inferior a 11,8g/dia, o valor resultante do inquérito de 2011/2012, elaborado pela Pesquisa Nacional de Saúde a indivíduos da mesma idade adulta.
No entanto, os investigadores reconhecem a controvérsia existente na comunidade cientifica internacional sobre a recomendação de consumo de álcool, ainda que consumido moderadamente, devido aos efeitos negativos resultado de um consumo excessivo.

Os resultados do trabalho realizado pela UMH, demonstram principalmente a importância de estudar simultaneamente alimentação e consumo de álcool, quando o objecto de estudo são os efeitos do álcool no organismo. O que também nos recorda que a dieta mediterrânica inclui a presença de vinho nas refeições. Sempre moderadamente, é claro.

 TAGS:Quinta do Portal Grand Reserva 2011Quinta do Portal Grand Reserva 2011

Quinta do Portal Grand Reserva 2011: um vinhos tinto com D.O. Douro está elaborado com uvas de 2011 e com 13º de teor de álcool.

 

 

 TAGS:Herdade das Servas Touriga Nacional 2008Herdade das Servas Touriga Nacional 2008

Herdade das Servas Touriga Nacional 2008: um vinhos tinto Alentejo com os mejores cachos de touriga nacional de 2008 e com 14.5º de teor de álcool.

Um copo de vinho diário pode beneficiar quem padece diabetes

 TAGS:undefinedÉ sabido que o vinho traz benefícios à saúde, seja em relação ao nosso exterior como a nível do organismo. Estudos diversos relacionam o consumo de um a dois copos de vinho diários com a saúde e concluem que o vinho pode prevenir o envelhecimento.

Um estudo recente, dirigido pela professora Iris Shai, da Universidad Ben Gurión de Negev, em Israel estabeleceu que o consumo de um copo de vinho tinto ao jantar, poderia melhorar o perfil metabólico daqueles que padecem diabetes, controlada, do tipo 2.

O estudo foi apresentado em Praga, no Congresso Europeu sobre Obesidade e foi realizado com 200 pacientes. Alguns dos pacientes beberam água e outros, um copo de vinho tinto.

As conclusões apontam para um ligeiro aumento do colesterol bom (HDL) e apolipoproteína A1 (uno de los principais constituintes do colesterol HDL) nos indivíduos que beberam vinho tinto. Também se verificou uma melhoria no metabolismo da glucose.

As recomendações baseadas nestas conclusões são; um reforço do controle de diabetes através de uma alimentação equilibrada e exercício físico regular.

Segundo os autores do estudo, o consumo moderado de vinho, especialmente de vinho tinto, pode fazer parte de uma alimentação saudável, diminuindo o risco cardio-metabólico e causar um impacto positivo no controle da doença.

 

 TAGS:Porca de Murça 2013Porca de Murça 2013

Porca de Murça 2013: um vinhos tinto com D.O. Douro cujo coupage contém tinta roriz e touriga nacional de 2013 e tem um volume de álcool de 13º.

 

 

 TAGS:Duorum 2014Duorum 2014

Duorum 2014: um vinhos tinto da D.O. Douro com tinta roriz e touriga nacional de 2014. 

 

 

O vinho tinto ajuda a perder peso

 TAGS:undefinedJá várias vezes referimos alguns dos benefícios do vinho na nossa saúde; em relação às doenças cardiovasculares, como factor anti-envelhecimento, etc… Mas até agora não havia notícias sobre a sua possível influência como acelerador de perda de peso, algo que, a ser verdade, junta-se à enorme lista de boas razões para consumir vinho. Isso sim, sempre com moderação.

Segundo um estudo da Oregon State University, existe um tipo específico de vinho que trava o crescimento das células gordas no fígado. Uma descoberta, que uma vez passado todas as provas necessárias, pode indicar que o consumo de uvas frescas, em forma de mosto ou fermentadas como vinho, talvez ajude a solucionar problemas de saúde relacionados com o tratamento de inflamações crónicas, colesterol, radicais livres, certos tipos de cancro, obesidade e especialmente a esteatose hepática, também conhecida como “fígado gorduroso”.

Concretamente, o composto responsável pelo comportamento benéfico de alguns tipos de uva, é o ácido elágico, também presente em frutas como a castanha, a noz, framboesa vermelha e romã, nos chás verde e nos chás oolong e inclusive nas bolotas dos carvalhos.

Em relação a uvas, este polifenol encontra-se em variedades como a Red Muscadine, Cabernet Sauvignon e Malbec. O envelhecimento do vinho em barris de carvalho multiplica a sua presença no vinho fermentado, de modo que, quanto mais envelhecido, melhor.

O estudo foi realizado por bioquímicos e biólogos moleculares da Escola de Ciências Agrícolas de OSU, em colaboração com as Universidades da Florida e do Nebraska, e conclui que o ácido elágico melhora a acumulação de gordura no fígado e reduz a presença de açúcar no sangue (as experiências foram feitas com ratos sobrealimentados com uma alimentação rica em gorduras).

Confirmando-se um comportamento similar nos humanos, esta descoberta poderia prevenir o aparecimento de gordura hepática, bastante frequente em pessoas com problemas de obesidade e diabetes, simplesmente adicionando à alimentação equilibrada e exercício moderado, o consumo de um cacho de uvas por dia, um copo de mosto ou de vinho tinto ou o seu equivalente em alimentos onde se encontra presente o ácido elágico.

 

 TAGS:Pedra Basta 2010Pedra Basta 2010

Pedra Basta 2010

 

 

 TAGS:Quinta Nova Colheita 2011Quinta Nova Colheita 2011

Quinta Nova Colheita 2011

 

 

Mais vinho e melhor vida sexual

 TAGS:undefinedA melhor maneira de começar o ano é com boas notícias. 

Dizem por aí que, para além dos já conhecidos benefícios do vinho na nossa saúde, também pode ajudar a melhorar a vida sexual das mulheres.

Quem o afirma são Ricardo Bartoletti e Nicola Mondaini, doutores da Universidade de Florença, que realizaram uma investigação sobre o consumo de vinho.
O estudo revela uma relação directa entre o tipo de consumo, moderado e frequente, e a vida sexual feminina e conclui que consumir um ou dois copos de vinho diariamente gera desinibição e distensão nas mulheres.

A investigação baseou-se nas respostas de cerca de 1000 mulheres italianas, entre os 18 e os 50 anos de idade e com diferentes hábitos de consumo.

O objectivo era o de medir um índice de funções sexuais femininas, uma medida habitualmente utilizada em estudos sobre a sexualidade feminina que inclui questões sobre a vida sexual, como o desejo, interesse, lubrificação, orgasmos, satisfação e dor.
Os resultados indicam que as mulheres consumidoras de 1 a 2 copos de vinho por dia apresentam um índice de desejo sexual mais elevado que outras mulheres do estudo com outros tipos de consumo.

Os médicos afirmam que “existe uma relação potencial entre a ingestão de vinho e a qualidade da vida sexual” já que surgiu a hipótese de que os componentes do vinho aumentem o fluxo de sangue nas zonas erógenas e portanto, o estímulo sexual aumente.

Mondaini disse que o vinho tinto “faz com que as mulheres se sintam mais relaxadas aumenta a sensibilidade dos estímulos sexuais” e sugeriu seguir uma dieta mediterrânica, onde se inclui o vinho, para melhorar a saúde e o sexo.

 TAGS:Pombal do Vesúvio 2011Pombal do Vesúvio 2011

Pombal do Vesúvio 2011: um vinhos tinto com D.O. Douro da colheita 2011 e 14º de álcool. 

 

 

 TAGS:Porca de Murça 2014Porca de Murça 2014

Porca de Murça 2014: um vinhos tinto Douro do ano 2014. 

 

 

Chocolate e vinho: aliados na dieta e no paladar

 TAGS:undefinedEle há prazeres na vida, como o de juntar vinho e chocolate, que até agora pareciam estar ligados a um determinado conceito de culpa, já que que se tende a pensar que os sabores deliciosos não podem ser saudáveis. Porém, uma série de estudos recentes sobre o vinho, revelam que, sempre consumido com moderação, o vinho é um grande aliado do nosso organismo na prevenção de doenças cardiovasculares e envelhecimento entre outros.

Aquilo que até agora desconhecíamos é que o chocolate também traz benefícios à nossa saúde, combinado com outros alimentos, o vinho, ou pelo menos são estas as conclusões dos estudos realizados por dois nutricionistas – Aidan Goggins e Glen Matten – que em breve irão publicar toda a informação relativa aos estudos num livro: The Sirtfood Diet.

Os autores descrevem a sua investigação sobre as sirtuínas, as enzimas que afectam o mecanismo celular regulando a expressão de determinados genes. Estas enzimas encontram-se em alguns vegetais conhecidos como estimuladores das sirtuínas, que, segundo os estudos, põem em funcionamento os mesmos mecanismos intervenientes no nosso organismo quando fazemos exercício, ajudando-nos a perder peso ao queimar gorduras e incrementando a massa muscular.
Nos alimentos referidos incluem-se as couves, mirtilo, cítricos, maçã, cebola, chá verde, alcaparras, vinho tinto e chocolate preto. Evidentemente, a recomendação é a de que estes alimentos devem ser consumidos com moderação, sobretudo no caso do vinho.

Nós acrescentamos que, apesar dos benefícios que estes alimentos parecem estar prestes a demonstrar, o ideal é manter uma alimentação equilibrada, um estilo de vida que inclua o exercício físico, e, (porque não?) de vez em quando oferecer um mimo a nós próprios com um bom vinho, chocolate e aquilo que o nossa corpo peça. Isso sim…sem abusar…

 TAGS:Duorum 2013Duorum 2013

Duorum 2013 costuma acompanhar de comida chinesa e carne grelhada. 

 

 

 TAGS:Porca de Murça 2013Porca de Murça 2013

Porca de Murça 2013 um vinhos tinto com D.O. Douro cujo coupage contém tinta roriz e touriga nacional de 2013 e tem um volume de álcool de 13º. 

 

 

Já é possível purificar o vinho com sulfitos

 TAGS:undefined

Üllo é o nome do produto que permite filtrar os sulfitos adicionados ao vinho e obter um vinho no seu estado e sabor naturais.

Para perceber a importância deste invento, é necessário recordar que os sulfitos têm propriedades antioxidantes e antissépticas e que são utilizados na produção da maioria dos vinhos. As pessoas que sofrem de asma são especialmente sensíveis aos sulfitos, podendo chegar a ter reacções graves; erupções cutâneas e dificuldade para respirar.

A quantidade de sulfitos estabelecida por lei não é prejudicial para a maioria das pessoas, no entanto, o nível de sulfitos presente no vinho pode empobrecer os sabores frutados e, por consequência, afectar a experiência do consumidor.

James Kornacki, quem desenvolveu o Üllo, afirma que “o vinho, sem os sulfitos adicionados como conservantes, é muito mais saboroso. Calcula-se que cerca de 3 milhões de americanos sejam sensíveis aos sulfitos, sofrendo alergias e problemas respiratórios”.

Porém, nem todos os vinhos podem ser elaborados sem sulfitos, já que fazem parte do processo de fermentação, mas o nível de sulfitos adicionados como conservantes pode ser reduzido.

 TAGS:Honoro Vera Organic 2014Honoro Vera Organic 2014

Honoro Vera Organic 2014: um vinho tinto realizado com monastrell de 2014 e 15º de álcool. 

 

 

 TAGS:Tarima Orgánico 2012Tarima Orgánico 2012

Tarima Orgánico 2012: um vinho tinto com D.O. Alicante com Os mejores cachos de monastrell de 2012.