Etiqueta: robert parker

Parkerização

 TAGS:Um dos especialistas de vinhos mais importantes do mundo possui uma escala de classificação bastante particular. Referimos-nos ao americano Robert Parker e à sua escala, conhecida como Parkerização, esta baseia-se em 20 sistemas de classificação com uma pontuação de 0 a 100. A  fama e o prestigio desta classificação é tão célebre como o próprio Parker, crítica e criteriosa, descreve perfeitamente um vinho.

O sistema de Parkerização, é este:

Vinho parkerizado entre 96 e 100 pontos ? Classificado como vinho extraordinário, possui um carácter profundo e complexo, assim como todos os atributos que um vinho clássico deste tipo deve conter. Os vinhos classificados desta forma costumam ser difíceis de encontrar.

Vinho parkerizado entre 90 e 95 pontos ? Classifica um vinho como excelente, muito acima do normal.

Vinho parkerizado entre 80 a 89 pontos ? Classifica-se como um bom vinho, possui delicadeza e bom sabor, com características óbvias de um vinho bastante aceitável.

Vinho parkerizado entre 70 e 79 pontos ? É um vinho mediano, simples, dentro do aceitável.

Vinho parkerizado entre 60 a 69 pontos ? É um vinho classificado como vinho abaixo da média, com muitas deficiências, como acidez excessiva, taninos em demasia, ausência de sabor, ou aromas e sabores confusos.

Vinho parkerizado entre 50 e 59 pontos ? Classificado como inaceitável, mau vinho.

Esta classificação pode variar, para o mesmo vinho, com o passar dos anos, avalia o momento mas, no entanto, também pode prever até onde pode chegar um vinho. A parkerização não é só uma classificação numérica, é também alfabética. Esta é a avaliação na escala de A a F.

Vinho parkerizado em A ? Compreendem os vinhos que se encontram entre 90 e 100 pontos. Um vinho A é o melhor, são poucos aqueles que entram neste nível.

Vinho parkerizado em B ? São os vinhos que se encontram entre os 80 e os 89 pontos. Um vinho B, é um bom vinho que não nos deve passar inadvertido.

Vinho parkerizado em C ? Classificação dos vinhos de 70 a 79 pontos. Um vinho C é um vinho simples, com um preço baixo e uma nota alta.

Vinho parkerizado em D e F ? Vinhos abaixo dos 70 pontos. São vinhos desequilibrados, com erros e portanto, não recomendáveis.

 TAGS:Clos Erasmus 2004Clos Erasmus 2004

Clos Erasmus 2004

 

 

 TAGS:Viña El Pisón 2004Viña El Pisón 2004

Viña El Pisón 2004

Robert Parker, o poder do vinho

 TAGS:No mundo do vinho, o nome Robert Parker não é estranho, nem desconhecido, pelo contrário, talvez se trate do crítico de vinho mais influente do mundo. A sua palavra e opinião quase se tornam lei quando um vinho é catalogado e avaliado por ele.

Robert Parker nasceu em Baltimore, Maryland (Estados Unidos) licenciou-se em História da Arte na Universidade de Maryland – College Park, continuou os seus estudos de Direito na Universidade de Maryland ? Baltimore, e exerceu como advogado durante 10 anos, na entidade financeira Farm Credit Banks de Baltimore. Em 1984 renunciou à citada entidade para se dedicar totalmente a escrever livros sobre vinhos.

Tudo começou em 1975, quando, devido à escassa informação existente, escreveu um guia de vinhos.

Em 1978, publicou o primeiro número do famoso ?The Wine Advocate? (O advogado do vinho). Esta publicação foi distribuída gratuitamente aos vendedores de vinho, com um número de assinaturas inicial de 600 exemplares. Hoje, 35 anos mais tarde, a ?The Wine Advocate? possui mais de 100.000 subscritores nos Estados Unidos, assim como em outros 37 países e talvez seja a publicação que inclui os vinhos mais relevante do mundo.

Parker entrou na modernidade em 2002 e criou um site que hoje em dia é o sitio de vinhos na Internet, com maior número de visitas do mundo.

A palavra dele é lei

Parkerizado, ou como se conhece em inglês ?parkerized?, é o termo que deriva do seu apelido e é também uma espécie de nota ou classificação, que se atribui aos vinhos. Já não é segredo que, muitos vinhos antes de saírem ao mercado passam pelas papilas gustativas de Parker e que, após a sua esperada avaliação, o vinho pode subir o seu valor ou, em alguns casos, baixar.

Robert Parker é considerado por muitos, como o crítico de vinhos mais poderoso do mundo. Não é invulgar que a sua opinião seja a avaliação de um vinho no mercado, assim como vê-lo pelo Ródano, Provença, Califórnia ou em Bordeaux, os seus lugares preferidos para provar vinho.

Hoje em dia a sua palavra é lei para os amantes do vinho e ainda que existam críticos insidiosos, nenhum produtor de vinho do mundo pode negar que, se o seu vinho for elogiado por Parker, subirá no mercado como a espuma do Champanhe.

 TAGS:Pingus 2004Pingus 2004

Pingus 2004

 

 

 TAGS:Clos Erasmus 2004Clos Erasmus 2004

Clos Erasmus 2004