Etiqueta: maridagem

Churrasco a vista? Escolha os vinhos com consciência!

 TAGS:undefined

Escolha o dia, os amigos, os melhores cortes de carne, peixe e legumes, escolha um lugar que atenda aos padrões para churrascos no verão (importante!). O seu churrasco será perfeito, mas.. Escolheu o vinho? Não deixe para o último momento e maride a melhor carnes, peixe e legumes com os vinhos mais apropriados para que seu churrasco seja perfeito.

 TAGS:undefined

Começa a diversão e é provável que faça calor. A carne está a assar, sol está a bater… Os aperitivos abrem o apetite, por isso nada melhor do que servir um vinho branco para que a entrada seja triunfante. Um branco como um Vinho verde ou um champagne Brut Nature podem se encaixar perfeitamente ! Claro que também podes optar por um vermute ou cerveja, que encaixa muito bem com este momento.

 TAGS:undefined

Carne e vinho tinto é um emparelhamento clássico, nós sabemos. Mas nem todos os tintos vão bem com carnes vermelha, nem todos os tintos são gostosos em todas as épocas do ano. Para começar, em um churrasco de verão não pode faltar um vinho jovem, amigável, com uma boa presença frutas. Nesta linha, uma boa escolha pode ser um vinho tinto feito na Alentejo ou um vinho frutado grenache. Mas, claro, também podes ajustar um pouco o emparelhamento de acordo com o tipo de alimento que estás a preparar.

 TAGS:undefined

Quanto mais vermelha a carne, mais estruturado pode ser o vinho que a acompanha. Assim que melhor um vinho envelhecido.. A carne vermelha com uma reserva de Ribera del Duero das adegas Mauro o de Abadía Retuerta ou, é claro, um Douro reserva podem ser bons companheiros para textura e sabor defumado que levam a carne na grelha.

 TAGS:undefined

Se você incluir carne de porco no churrasco, geralmente mais fino e goprduroso, o melhor é escolher um vinho para compensar o excesso de gordura da carne: os vinhos tintos de estilo mais leve e menos estruturado como o Cortes de Cima pode ir bem. Se escolher algo de cordeiro, melhor um tinto com mais personalidade, como um Quinta do Castro ou um Borgonha.

Além disso, é mais provável que as salsichas também estejam na sua festa. Se assim for, além de um jovem tinto, pode escolher um vinho rosé, a considerar que quanto mais picante são, menos estruturados deve ser o rosé escolhido. Uma rosé de Somontano ou de Provence são uma boa escolha, já que especiarias e carne marinada também querem ter um papel importante na festa!

E para uma versão de churrasco mais leve, se queres incluir carnes brancas, não hesite em escolher um vinho branco estruturado mais aromático e suave. Para isso, escolha um chardonnay fermentado em barril. TAGS:undefined Como comentamos sobre uma versão de churrasco mais leve, em pleno verão, é provável que pptes por incluir alguns peixes ou, diretamente, um churrasco 100% de peixe. Se assim for, saiba que Albarinho ou sauvignon blanc não falhará. Mas lembre-se também que nas bolhas encontrarás o seu parceiro ideal, especialmente se convidastes amantes da champanhe ou cava. Se, além disso, é um Brut Nature, podes servi-lo com carnes e ganhar o título de especialista de emparelhamento em churrascos. Aposte por um espumante Recaredo, Llopart ou um Drappier.

 TAGS:undefined

Aqui, novamente, o melhor é recorrer a um rosé ou branco. Fresco, leve e despreocupado, ajuda aprimorar os sabores de abobrinha, tomates, espargos, pimentas, cogumelos … Ah! E se para os vegetais ou outros pratos alguém prefere um vinho com menos ácool, a nossa recomendação final seria um Moscato d’Asti, você vai adorar!

*Lembre-se, é verão e há riscos de incêndio. Aproveite o seu churrasco com segurança, a respeitar as regras e as áreas designadas.

As sobremesas mais doces com vinho

 TAGS:undefined

As sobremesas com vinho são geralmente uma opção excelente para saborear num fim-de-semana depois de uma boa refeição entre amigos ou em qualquer outro dia se és dos que não resistem a doces.

Hoje, partilhamos 2 receitas de sobremesas feitas com um pouco de vinho e temos a certeza de que vais gostar.

Peras com vinho e leite-creme

Esta sobremesa pode ser preparada em aproximadamente uma hora, é a quantidade ideal para 3 pessoas e tem um nível médio de dificuldade.

Ingredientes:

  • 3 peras
  • 750ml de vinho tinto
  • A casca de um limão
  • A casca de uma laranja
  • Canela
  • 200g de açúcar

Para o leite-creme:

  • 750ml de leite
  • 3 gemas de ovo
  • 3 colheres de açúcar
  • A casca de um limão
  • 1 colherzinha de farinha maizena
  • 1 vagem de baunilha
  • Canela a gosto

Preparação:

  1. Preparar as peras, começando por dissolver o açúcar numa panela quente. Juntar as cascas de limão e de laranja e um pouco de canela.
  2. Descascar as peras e cozinhar durante 45 minutos a fogo lento na panela com os ingredientes anteriores.
  3. Para preparar o leite-creme deitar o leite, a casca de limão, 2 colheres de açúcar e a baunilha numa panela e cozinhar até ferver.
  4. Bater as gemas, a maizena e uma colher de açúcar. Quando o leite ferver, juntar, em colheradas, as gemas batidas e continuar a misturar. Deitar a mistura na panela do leite, e a lume brando, mexer continuamente até espessar. Passar por um coador no final.
  5. Servir as peras em base de leite-creme.

Bolo de chocolate e vinho tinto

Existem poucas coisas tão boas como uma fatia de bolo e um copo de vinho depois de um longo dia de trabalho. Faz um bolo em uma hora e meia. Depois, senta-te e saborea.

Ingredientes:

  • 180ml de vinho tinto
  • 180g de açúcar
  • 3 colheres de cacau puro em pó
  • 180g de manteiga
  • 120g de farinha
  • 2 colherzinhas de fermento
  • 4 ovos a temperatura ambiente
  • 1 colher de farinha de maizena
  • 1 colherzinha de manteiga

Elaboração:

  1. Untar uma forma com um pouco de manteiga. Aquecer o vinho, o cacau e o açúcar numa panela pequena e reservar.
  2. Aquecer o forno a 170ºc com calor acima e abaixo. Bater as claras e reservar as gemas.
  3. Misturar as gemas com a maizena e a mistura de vinho já referida. Aquecer a mistura até espessar.
  4. Reservar 150ml desta mistura para a cobertura. Juntar a farinha, o fermento e as claras com a mistura restante. Deitar na forma e levar ao forno durante 40 minutos.
  5. Retirar do forno e cobrir com a mistura anteriormente reservada.

E para acompanhar estas sobremesas, nada melhor que uma das nossas recomendações.

 TAGS:Ferreira Vintage 2000Ferreira Vintage 2000

Ferreira Vintage 2000 das adegas Ferreira: um vinhos generoso de D.O. Porto realizado com tinta Roriz e touriga Nacional da colheita 2000 e 20.50º de álcool. 

 

 

 TAGS:Moët & Chandon Ice ImpérialMoët & Chandon Ice Impérial

Moët & Chandon Ice Impérial  é um vinhos espumante com D.O. Champagne das adegas Moët & Chandon com pinot Noir e pinot Meunier e tem um grau alcoólico de 12º.

 

 

*Imagem: Julia Khusainova (flickr)

10 conselhos para harmonizar o vinho

 TAGS:Muitos nos perguntam sobre como aprender a harmonizar o vinho com a refeição.

Quais melhores as combinaçoes de vinho e alimentos?

Como escolher o vinho para a refeição?

A eleição do que combina mais com o quê é muito pessoal,  mas é verdade que existem algumas indicações que podem ajudar a não errar na maridagem de vinhos e pratos:

1. Vinho jovem e com corpo leve combina bem com pratos leves.

2. Vinhos envelhecidos e potentes são o complemento ideal para pratos de alta voltagem, com carne, como um cordeiro assado, por exemplo.

3. Para peixes: vinhos brancos com um ponto de acidez.

4. Para frutos do mar: vinhos brancos com notas florais marcadas.

5. Pratos de caça: vinhos vigorosos, jovens ou maduros. Para as carnes de javali, cervo, etc, os vinhos tinto. Vinhos branco ou tinto para o faisão, perdiz e aves em geral.

6. Verduras: dependerá se são servidas cruas ou cozidas. No segundo caso, dependerá de como for temperada (a seguir regras 1 e 2).

7. Para os pratos de entrada, vinhos ligeiros que podem ser servidos gelados.

8. Os vinhos também são bem vindos nas sobremesas, e não falamos somente de vinho branco ou vinho doce. Podemos seguir com o tinto se comemos queijo na sobremesa, por exemplo.

9. Os experimentos são permitidos, mas sozinhos. Melhor não obrigar seus convidados a sofrer com a sua criatividade culinária somada à eleição de vinho para acompanhar.

10. Para terminar, a regra de ouro que vale para tudo: o que já está bem harmonizado não se toca e,  se o vinho é bom, ninguém reclamará da combinação.

Para começar a harmonizar como um autêntico sommelier de restaurante com estrelas Michelín, é preciso um bocado a sós com a cozinha, um bom avental, mãos limpas, livro de receitas ao lado… Sobre os vinhos, ajudamos com duas sugestões que garatem o sucesso:

 

 TAGS:Blandy Madeira Verdelho 5 Years OldBlandy Madeira Verdelho 5 Years Old

Blandy Madeira Verdelho 5 Years Old, harmoniza com aperitivos, carne, caça ou patês

 

 

 TAGS:Paco & Lola 2011Paco & Lola 2011

Paco & Lola 2011, perfeito com frutos do mar, peixes e macarrão