Etiqueta: gin tónico

Cocktails para combater o frio

 TAGS:undefinedSobre cocktails de Verão, já muito foi dito; refrescantes, aromáticos, com misturas de sabores originais e ligeiramente tropicais… Mas e no Inverno?

É uma época em que necessitamos energia para combater o frio e um aportamento extra de vitaminas para prevenir constipações. Uma boa opção são os cocktails de fruta com martini ou vodka. Ainda que sejam completamente aptos para os dias de Verão, insistimos na Vitamina C para o Inverno;laranja, limão, lima, toranja, kiwi…

Os cocktails com vinho e com cava também ajudam a passar melhor estes meses mais rigorosos e a sidra, uma bebida tradicional de Inverno, também deve ser levada a sério.

Alguns dos cocktails que têm vindo a ganhar importância, são os orientais, que vão ganhando terreno aos cocktails americanos. O saqué substitui o gin e normalmente leva especiarias, um tipo de cocktail bastante forte e aromático.

Entretanto, a febre do Gin Tónico não abranda e parece que continua a ser o sucesso dos bares, (de todos os tipos) mesmo durante o Inverno. Pode ser tomado com morangos, especiarias variadas, simples ou com esse toque gourmet que tanto agrada aos consumidores de hoje em dia.

Os ponches quentes não são um hábito nesta zona do mundo, mas a verdade é que são bastante bons e, graças à imigração dos últimos anos, vão sendo vistos (e bebidos) com mais assiduidade. Levam fruta, têm uma graduação alcoólica normalmente elevada, são doces e ajudam a apaziguar as dores de garganta.

Outros sabores, igualmente utilizados nos cocktails de Inverno são os da vodka ou do bourbon com café, cacau, leite de amêndoas, tequila, canela, etc… Bem quente, isso sim!

 TAGS:Flor de Caña Gran Reserva 7 AñosFlor de Caña Gran Reserva 7 Años

Flor de Caña Gran Reserva 7 Años: um rum originário de Nicarágua com um grau alcoólico de 40º. Os utilizadores de Uvinum dão a Flor de Caña Gran Reserva 7 Años 3,7 pontos de 5.

 

 

 TAGS:Flor de Caña 12 AñosFlor de Caña 12 Años

Flor de Caña 12 Años: um rum de Nicarágua com uma teor de álcool de 40º.

 

 

5 cocktails que não vão arruinar a tua dieta

 TAGS:undefinedPara ficares em forma sem sacrificar a possibilidade de tomar um delicioso cocktail com os amigos, o ideal é ter à mão estas receitas de cocktails depuradores para preparar quando se desejar.

B-Tox Tónico

Se gostas de Gin tónico está receita será de grande utilidade. A toranja vermelha é rica em vitaminas, ajuda ao mecanismo hepático e também a queimar gorduras. Por outro lado, a salsa favorece o eliminar das gorduras.

Ingredientes :

  • 75ml de gin
  • O sumo de ½ toranja vermelha
  • 1 raminho de salsa fresca
  • Tónica Schweppes baixa em calorias a gosto

Elaboração:

  1. Servir os ingredientes num copo frio e decorar com a salsa e gelo picado.

O Asceta

O gengibre, neste cocktail, ajuda a eliminar toxinas, o xarope de acer é um excelente depurador e o chá verde, para além de possuir propriedades anticancerígenas, está presente em todas as dietas com função depuradora.

Ingredientes:

  • 75ml de licor de melão
  • 30ml de chá verde
  • 15ml de sumo de limão
  • 1 colherzinha de xarope de acer
  • 5g de gengibre
  • 5 folhas de menta

Elaboração:

  1. Juntar todos os ingredientes num copo misturador, agitar e servir em copo grande.

 

Tinto de verano

Chamam-lhe de muitos modos, mas instituiu-se o seu nome espanhol, os ingredientes, esses são sempre o sumo de limão, vinho tinto e refrigerante de limão.

Ingredientes:

  • 90ml de vinho tinto
  • 60ml de refrigerante de limão
  • 1 pouco de sumo de limão

Elaboração:

Servir os ingredientes num copo frio, servir e saborear.

Daiquiri Light

Substituir o açúcar por adoçante e o Daiquiri original pode ser simulado com rum, frutas batidas e um pouco de sumo de limão de modo a reduzir a quantidade de calorias.

Ingredientes:

  • 45ml de rum branco
  • 15ml de limão
  • Adoçante a gosto
  • Batido de frutas a gosto

Elaboração:

  1. Misturar todos os ingredientes e servir em copo baixo ou taça.

 

Cocktail de champanhe com frutos vermelhos

Deliciosamente doce!

Ingredientes:

  • 6 cubos de açúcar
  • 6 colherzinhas de Angostura (opcional)
  • 1 casca de limão verde
  • 200g de frutos vermelhos (morango, framboesa ou amora)
  • 750ml de champanhe frio

Elaboração:

  1. Colocar um cubo de açúcar num copo para champanhe (taça ou tipo flute) e juntar um dedo de angostura.
  2. Cortar a casaca do limão em lâminas finas.
  3. Deitar os frutos vermelhos no copo e encher de champanhe.

 TAGS:Moët & Chandon Rosé ImpérialMoët & Chandon Rosé Impérial

Moët & Chandon Rosé Impérial: um vinhos espumantes com D.O. Champagne com pinot noir e pinot meunier e possui um grau alcoólico de 12º.

 

 

 TAGS:Gin CitadelleGin Citadelle

Gin Citadelle: um gin produzido en França com um grau alcoólico de 44º

 

 

O que bebem os portugueses no Verão?

 TAGS:undefinedPara além dos litros e litros de água que os portugueses consomem no Verão, as suas preferências, em relação ao álcool mudam inevitavelmente quando a temperatura sobe.

As conclusões, fruto de um inquérito num dia quente, são estas: 

Condição sine qua non: Seja o que for deve estar estupidamente gelado.

A rainha é a cerveja, sem a menor dúvida (a começar pela minha Voll-Damm, que está a ?fazer tempo? no congelador : )

A cerveja, sobretudo a branca (já que a saudosa Cristal preta desapareceu), seja ela de barril, lata ou garrafa, fino ou imperial, caneca, príncipe, lambreta (no Sul), melro (no Norte) ou panaché, o importante é que esteja bem fria e com os habituais dedos de espuma (ainda que a tiragem de uma cerveja seja digna de um artigo inteirinho).

Nesta hierarquia segue-se a bebida ibérica, a Sangria, que já possui ?denominação de origem? pois, desde 2014, só pode chamar-se assim se for produzida em Portugal ou Espanha. De vinho tinto ou branco, as variações podem chegar praticamente ao infinito; com licor, brandy, vinho do Porto, ou sem, frutos vermelhos, tropicais ou citrinos, espumante ou água com gás, com cravinho, canela, tomilho ou hortelã mas sempre, sempre, a transbordar de gelo.

Também os vinhos brancos, os verdes, os rosés e os espumantes, todos bem frios evidentemente, regam as refeições e as noites quentes dos portugueses. De Norte a Sul, todos estão de acordo na solução fácil e fresca do Lambrusco, depois, quanto aos verdes e brancos, a discrepância dispara-se. No Sul inclinam-se para o rosé de Moscatel Roxo, um luxo de leveza e sabores, apesar de não recusarem um verde, Casal Garcia, um Alvarinho Deu la deu (Monção) ou Soalheiro (Melgaço).
No Norte há quase sempre uma garrafa de Muralhas de Monção ou de Alvarinho da Brejoeira (Palácio da Brejoeira) para matar a sede das noites mornas, enquanto no Sul agradece-se um Dona Ermelinda branco, da casta moscatel, um Solar dos Lobos, branco ou tinto, um Vinha da Defesa rosé ou ainda o Alcubíssimo, um colheita tardia da Quinta do Alcube.

Mas não é só vinho aquilo que enche os copos das noites portuguesas de Verão. As caipirinhas, caipiroskas e mojitos a transbordar de gelo e lima são bem apreciadas e os produtos nacionais sofrem pequenas e deliciosas alterações, como o Moscatel com gelo e limão e o Porto tónico, branco seco com meia rodela de limão.
E segundo este inquérito o Gin voltou aos bares e com força e criatividade renovadas. O número de receitas com esta bebida branca multiplica-se até ser quase impossível não cair na tentação de trair o velho, e sempre magnífico, gin tónico. Os ingredientes das combinações são visualmente atraentes e despertam a curiosidade. Com pepino, alecrim, sementes, pimenta rosa, tomate cherry, mangericão e anis estrelado, bagas de zimbro, açafrão, lima, pétalas de rosa ou frutos vermelhos num ponto os consumidores de Gin portugueses estão de acordo; que seja Bombay Saphire, Hendrick`s ou Gin Mare.

Duas sugestões para horas tardias e sobretudo quentes:

 TAGS:Moscatel Roxo Horácio Simões 50clMoscatel Roxo Horácio Simões 50cl

Moscatel Roxo Horácio Simões 50cl

 

 

 TAGS:Bombay Sapphire PackBombay Sapphire Pack

Bombay Sapphire Pack