Etiqueta: estudos

Uma cerveja por dia pode ajudar a reduzir o risco de ataque cardíaco

 TAGS:undefinedO título já diz tudo: uma cerveja por dia pode ajudar a reduzir o risco de sofrer um ataque cardíaco e outros problemas cardiovasculares. Esta foi a conclusão do estudo apresentado pela Universidade Estatal da Pensilvânia, durante a última reunião da Associação Americana do Coração, a maior referência de cardiologia do mundo.

O estudo baseou-se na análise de amostras de sangue de 80 mil adultos, analisadas juntamente com os seus hábitos de consumo de bebidas alcoólicas durante cada trimestre dos últimos seis anos. Estas amostras de sangue permitiram que os investigadores medissem, entre outros factores, os níveis de lipoproteína de alta densidade. São precisamente os níveis saudáveis desta lipoproteína (mais conhecida como “colesterol bom”) que ajudam a prevenir a obstrução das artérias, uma das principais causas dos acidentes vasculares cerebrais e das doenças cardiovasculares.
Os resultados demonstram que as pessoas com consumo moderado de álcool, mantêm um nível saudável de “colesterol bom”. Este efeito positivo foi mais notado nas amostras de sangue dos consumidores habituais de cerveja do que naqueles que consumiam outras bebidas alcoólicas.
Trata-se, sem dúvida, de um argumento que suporta a conclusão dos benefícios de consumir uma cerveja diária. “Uma razão para levantar o braço e brindar, ainda que, provavelmente, seja melhor fazê-lo apenas uma vez”, diz Shue Huang, o autor principal deste estudo.
Ainda que este seja um dos maiores estudos nesta área, não é o único. Na verdade, na Uvinum já tínhamos falado sobre os efeitos positivos do consumo moderado de cerveja, em outros artigos: desde as suas qualidades estimulantes na actividade cerebral e na memória, até à redução dos problemas de saúde como as doenças cardiovasculares, artrite ou mesmo o envelhecimento da pele.

Não há dúvida de que esta notícia alegra todos aqueles que saboreiam uma cerveja fria com os seus amigos, depois do trabalho. Por eles: Tchim-tchim!

 TAGS:Rochefort 6Rochefort 6

Rochefort 6

 

 

 TAGS:Westvleteren 12Westvleteren 12

Westvleteren 12

Mais benefícios da cerveja

 TAGS:undefinedÉ do conhecimento geral, que algumas bebidas alcoólicas, como o vinho e a cerveja, proporcionam benefícios à saúde, evidentemente, tendo sempre em vista um consumo moderado. Já aqui foram publicados vários artigos sobre este tema, hoje, para acabar com as dúvidas, trazemos mais benefícios comprovados do consumo de cerveja.

Tem uma baixa quantidade de calorias e é nutritiva

Ainda que geralmente se pense o contrário, a cerveja é uma das bebidas alcoólicas mais leves, fornecendo cerca de 43Kcal por cada 100ml. Contém vitaminas essenciais, como as vitaminas do grupo B entre as quais se encontra o ácido fólico, e ainda hidratos de carbono, fibra, antioxidantes e minerais: magnésio e cálcio. Não deve ser por acaso que a cerveja fazia parte da alimentação dos vikings …

Ajuda a prevenir doenças

Os estudos médicos efectuados nos últimos anos indicam que o consumo moderado de cerveja pode ajudar a prevenir e a controlar a diabetes. Os compostos de polifenol, minerais, fibra e o seu baixo nível alcoólico beneficiam a prevenção da doença. Por outro lado, também se encontraram indicativos de prevenção contra algumas doenças neurológicas, entre elas o Alzheimer, devido ao seu conteúdo em silício, um elemento que actua sobre o sistema ósseo e que pode prevenir a osteoporose.

Melhora a qualidade de vida

Devido ao seu elevado índice de antioxidantes, a cerveja ajuda as células do nosso corpo a não envelheceram rapidamente, protegendo-as de doenças, incluindo as degenerativas, que diminuem a qualidade de vida. Os antioxidantes possuem também a função de manter saudável o nosso coração; ajudam a aumentar o nível de colesterol “bom” e portanto diminuem o risco de padecer problemas cardiovasculares.

Como sucede com quase tudo, o excesso pode sempre provocar problemas, por vezes graves, na nossa saúde e bem-estar, mas se pode saborear um copo de cerveja fria de vez em quando, não duvide! Brindemos!

 

 TAGS:SagresSagres

Sagres

 

 

 TAGS:Sagres PretaSagres Preta

Sagres Preta

Uma cerveja diária pode reduzir o risco de ataque de coração

 TAGS:undefinedO título diz tudo: uma cerveja diária pode ajudar a reduzir o risco de sofrer um ataque de coração e outros problemas cardiovasculares. Esta foi a conclusão do estudo apresentado pela Universidade Estatal da Pensilvânia na última reunião da Associação Americana do Coração, a maior referência mundial de cardiologia.

O estudo baseou-se na análise de amostras de sangue de 80 mil adultos, assim como dos seus hábitos de consumo de álcool, durante cada trimestre dos últimos 6 anos. As amostras de sangue permitiram que os investigadores medissem os níveis de lipoproteínas de alta densidade, entre outros indicadores.

Manter um nível saudável desta lipoproteína (mais conhecida como “colesterol bom”) ajuda a prevenir a obstrução das artérias, uma das principais causas dos problemas cardiovasculares e dos acidentes vasculares cerebrais. Os resultados indicaram que as pessoas que consumiam álcool moderadamente mantinham um bom nível da lipoproteína. Este efeito positivo foi ainda mais acentuado nas amostras de sangue dos consumidores habituais de cerveja, o equivalente a uma ou duas cervejas por dia.

Pelo contrário, não se observou nenhum resultado similar em abstémios e em consumidores de doses superiores de álcool.

Sem dúvida que este é um argumento que apoia a conclusão sobre os benefícios de beber diariamente uma cerveja. “Uma razão para levantar o copo e brindar, ainda que provavelmente seja melhor fazê-lo apenas uma vez”, afirmou Shue Huang, o autor principal deste estudo.

Se bem que este é um dos maiores estudos efectuados sobre a matéria, não é o único. Esta não é a primeira vez que a Uvinum refere os efeitos positivos do consumo moderado de cerveja; a estimulação da actividade cerebral, a memória, e a redução de problemas de saúde como as doenças cardiovasculares, a artrite e o envelhecimento da pelo.

Certamente que esta notícia vai alegrar todos os amantes de uma cerveja bem fria, de preferência depois do trabalho, e com amigos. Tchim-tchim!

 TAGS:OrvalOrval

Orval

 

 

 TAGS:Pilsner UrquellPilsner Urquell

Pilsner Urquell

Estudos: o álcool e a fertilidade

 TAGS:undefinedA infertilidade é um dos problemas que mais causa dores de cabeça aos casais, principalmente quando os dados revelam que este transtorno afecta quase 25% das pessoas que desejam ter filhos no mundo ocidental.

Um estudo efectuado pelo Hospital Universitário de Aarhus, na Dinamarca, revelou que um dos factores de maior responsabilidade na concepção é o consumo excessivo de álcool. Segundo os investigadores, um consumo semanal de 14 unidades de álcool reduz a fertilidade nas mulheres.
Já se sabe que o álcool é interdito durante a gravidez, pois pode ser extremamente prejudicial para o desenvolvimento do feto, porém, os dados deste estudo afirmam que também é conveniente evitá-lo na fase prévia à concepção do bebé.
No entanto, e ainda que possa ser surpreendente, o estudo também conclui que um consumo moderado, menos de 8 unidades semanais, não tem qualquer influência na capacidade de procriar.
A verdade é que é aconselhável evitar o álcool durante a concepção, já que pode suceder que se encontre em gestação e ainda não tenha conhecimento do seu estado.

O estudo em questão decorreu durante um ano e contou com a participação de mais de 6.000 mulheres dinamarquesas, entre 21 e 45 anos, registando o seu consumo de álcool, ciclos menstruais, frequência de relações sexuais, e ainda o consumo de tabaco.
Foram constituídos cinco grupos de estudo, em função da quantidade de álcool consumida pelas participantes.
As conclusões indicam que o grupo que consumiu 14 ou mais unidades de álcool por semana, atingiu 12% na taxa de gestação, enquanto que os grupos de menor consumo alcançaram 17% na mesma taxa.

 

 TAGS:Emilio Moro 2014Emilio Moro 2014

Emilio Moro 2014

 

 

 TAGS:Quinta da Leda 2011Quinta da Leda 2011

Quinta da Leda 2011