Etiqueta: copo de vinho

4 conselhos para ter uma vida saudável com vinho

De vez em quando voltam a aparecer novos estudos sobre os benefícios do vinho para a saúde, e pouco depois surge um outro estudo que enumera as doenças relacionadas com o consumo de vinho.

No lado dos benefícios de tomar um copo de vinho diariamente: redução do colesterol, tensão alta e diabetes, do outro lado: possível desenvolvimento de cancro e problemas de fígado. Perante esta perspectiva é natural que se pergunte se pode ter uma vida saudável bebendo vinho. A resposta é sim. O vinho contém substâncias que se sabe serem benéficas para a saúde, de modo que: é recomendável beber um copo de vinho por dia.

4 conselhos para uma vida saudável bebendo vinho

O consumo moderado de vinho não tem por que ser nocivo para a saúde, mais ainda, pode ser inclusive benéfico se for incluído num estilo de vida com hábitos saudáveis.

1 – Seguir uma dieta saudável e equilibrada: o hábito mais importante para manter um estilo de vida saudável. Frutas e vegetais com maior presença e sem esquecer a fibra. Existem muitos vinhos cuja harmonização é feita com saladas e guisados. A carne e o peixe são importantes na alimentação mas é necessário escolher peças magras e reduzir a ingestão de gorduras animais.
2 – Ter uma vida activa. O desporto deve ser praticado regularmente, já que também contribui para manter a saúde. Não é necessário que seja uma actividade intensiva e extenuante, mas sim que seja praticada com frequência.
3 – Redução de stress. Tão importante como a alimentação e o desporto é o facto de relaxar e evitar o stress. Uma boa forma de o fazer? Reunir-se com amigos de vez em quando, acompanhados de uma boa garrafa de vinho.
4 – Beber vinho responsavelmente. O vinho pode fazer parte de uma vida equilibrada e saudável, pode ser, inclusive, a desculpa perfeita para um encontro com amigos ou para uma boa refeição em boa companhia. A quantidade diária recomendada é de 125ml, e nunca com o estômago vazio.

De modo que parece que sim, que é possível ter uma vida saudável bebendo vinho. E já agora, contrariamente ao que se diz; vinho branco e vinho tinto possuem exactamente os mesmos benefícios para a saúde.

 

 TAGS:Carm cm 2011Carm cm 2011

Carm cm 2011

 

 

 TAGS:Principal Grande Reserva 2009Principal Grande Reserva 2009

Principal Grande Reserva 2009

O copo perfeito para cada vinho

 TAGS:Que copos ponho para servir o vinho? Copos diferentes para cada vinho? Estas são algumas das perguntas que fazemos habitualmente quando temos convidados e queremos oferecer uma boa imagem em relação ao vinho. E realmente é algo que tem a sua dose de importância, já que cada vinho se aprecia melhor em copos diferentes.

A primeira coisa a ter em conta são as diferenças entre copos, que tomam forma nas suas 4 partes constituintes: Boca, corpo, haste e pé. Se bem que nestes casos, a funcionalidade deve predominar sobre o rigor, se queremos fazer a coisa à séria, deveríamos utilizar os seguintes copos em função do vinho:

Copo Bordeaux: Os vinhos tintos oxigenam-se em contacto com o ar e como tal, um copo com um bojo maior permitirá uma melhor oxigenação. Esse bojo (corpo, o sitio onde está o vinho) deverá ser ligeiramente fechado em direção à boca para que não solte os aromas.

Copo Borgonha:Um copo de bojo mais arredondado, captura os aromas dos brancos e expõe uma generosa porção de vinho à oxigenação.

Copo de Xerez: Seja ele doce ou seco, o xerez desfruta-se melhor com um copo mais pequeno e reto.

Copo de Champanhe: A forma clássica é alta e fina de modo a preservar o gás. Uma haste comprida permite segurar o copo sem tocar o seu corpo (o sitio onde está o espumante). Assim, conseguimos não o aquecer e desfruta-lo durante mais tempo.

Copo de Porto: Um copo em forma de tulipa, conserva os densos aromas dos vinhos generosos como o Porto.

Copo de Brandy: O corpo, grande, permite arejar e agitar o brandy, cognac ou armagnac, enquanto que a boca, estreita, captura a intensidade do licor e a sua fragrância.

É aconselhável uma haste curta, para poder segurar o copo com a palma da mão, pelo fundo do balão, de forma a que se vá aquecendo o líquido e que se libertem os aromas.

Copo clássico de vinho branco: O bojo, mais pequeno, evita que se sirva muito vinho de uma só vez para não aquecer no copo. A haste, comprida, tem a mesma função, não aquecer o copo com a mão.

Copo ISO: É o copo adotado pela Organização Internacional de Standards para as degustações genéricas, de modo que, pode servir tanto para brancos como para tintos. As suas dimensões devem ser de 155mm no total, com uma altura de corpo de 100mm. O diâmetro da boca é de 46mm, enquanto que na sua maior largura, o corpo deve ter 65mm. O copo tem 50ml de capacidade e facilita o suster e agitar do vinho. Existe uma versão maior deste copo, melhor para servir diferentes vinhos, o que se recomenda no caso de não dispor de conjuntos de copos diferentes e quiser servir vinhos distintos.