Etiqueta: champanhe

3 filmes em que o Champanhe é protagonista

 TAGS:undefinedTal como uma taça de bom champanhe, a sétima arte constitui um prazer para os sentidos, e a verdade é que esta bebida já gozou alguns momentos de glória no grande ecrã. Existem pelo menos 3 filmes de referência em que o Champanhe actuou como protagonista.

James Bond: Já é um clássico no Reino Unido, e talvez também no mundo inteiro. O glamour e a exclusividade estão presentes em cada um dos filmes da saga, portanto, não podia faltar o Champanhe. O nosso espião tem bom gosto: Bollinger e Dom Pérignon, pois claro!

Champagne: Evidentemente que este filme tinha que estar na lista. A famosa obra do realizador Alfred Hitchcock, um filme mudo que decorre nos anos 20, conta-nos a história de uma rapariga que gozava de uma boa vida devido ao negócio do seu pai; o champanhe. O início e o final de este filme é constituído pela conhecida imagem de uma grande taça de champanhe, uma imagem copiada inúmeras vezes ao longo do percurso cinematográfico.

O Grande Gatsby: Do cinema actual, existe esta versão baseada na obra de F. Scott Fitzgerald, em que Leonardo DiCaprio desempenha o papel protagonista: Gatsby. O champanhe estava presente em todas as grandes festas representadas no filme, já que não podia faltar espumante nas diversões da época. Ainda que o livro de Scott Fitzgerald não mencione nunca qualquer tipo de Casa ou marca específica, os guionistas do filme de 2013 decidiram adoptar a marca Moët & Chandon, que aparece ao longo de todo o filme. No fundo, são mais de 2h de publicidade à casa francesa.

“Muito de seja o que for talvez seja mau, porém, muito champanhe é exactamente aquilo que se necessita”.

 

 TAGS:Moët & Chandon Brut ImpérialMoët & Chandon Brut Impérial

Moët & Chandon Brut Impérial

 

 

 TAGS:Moët & Chandon Ice ImpérialMoët & Chandon Ice Impérial

Moët & Chandon Ice Impérial

Cocktails com espumantes: cada vez melhores

 TAGS:undefinedSempre será um prazer tomar um bom cocktail durante um entardecer, de preferência num terraço junto ao mar e entre o pôr-do-sol e uma merecida companhia.

É muito habitual associar imediatamente a palavra cocktail ao whisky, rum, vodka ou gin, e sumo de fruta. Mas a verdade é que tudo se modifica, em Espanha, por exemplo, cresceram os cocktails de cava com vinhos espumantes, e segundo um inquérito efectuado pelo Grupo Codorníu Raventós, esta é uma “moda” que percorre os consumidores dos 18 aos 65 anos.

O Grupo Codorníu diz que: os espanhóis preferem saborear os seus cocktails durante o Verão e a preferência vai para o rum e o whisky, ainda que o cava já tenha subido para o terceiro lugar, ultrapassando os cocktails feitos com gin e tequila. Actualmente, 56% dos consumidores prefere um cocktail “clássico”, e 44% prefere provar bebidas novas, como aquelas que são feitas com cava; um valor estatístico que parece estar a ganhar terreno.

A combinação preferida dos inquiridos inclui cava e sumos de frutas, ainda que outros cocktails, mais exóticos, levem especiarias ou mel e sejam igualmente uma preferência ascendente.

Hoje em dia, qualquer cocktail pode ser preparado em casa, devido à enorme facilidade para encontrar os utensílios e complementos necessário para que sejam “quase profissionais”. No entanto, muitos ainda preferem sair e beber um copo com os amigos, seja em bares pequenos, especializados ou com um espaço chill out.

O mais importante, é saborear um bom cocktail de cava e em boa companhia : )

 TAGS:Recaredo Terrers Brut Nature Gran Reserva 2009Recaredo Terrers Brut Nature Gran Reserva 2009

Rinho espumante das adegas Raimat com Denominação de Origem Cava. Castas: Xarel·lo, Parellada, Macabeo e Chardonnay de 2009.12º de graduação alcoólica.

 

 

 TAGS:Raimat Chardonnay BrutRaimat Chardonnay Brut

Raimat Chardonnay Brut: vinho espumante das adegas Raimat com Denominação de Origem Cava e uma selecção de uvas Pinot noir e Chardonnay. 12º de graduação alcoólica. 

 

8 motivos para beber uma taça de espumante

 TAGS:undefined

Seja nas celebrações mais populares como em momentos pontuais, os espumantes estão sempre presentes quando há motivo para brindar. As suas borbulhas e o sabor inconfundível, entre muitas outras características, são algumas das razões para saborear uma taça de espumante. Hoje, apresentamos 8 motivos para que a bebas. Brindamos?

1. Motivo de celebração. Cada vez que brindamos com espumante existe um motivo para celebrar. É habitualmente a bebida por excelência, tanto nos encontros familiares como nos momentos mais íntimos e mesmo em algumas reuniões de trabalho.
2. Benefícios para a saúde. Sempre que bebidos com moderação, o cava, o champanhe e o vinho espumante *oferecem uma série de benefícios para a saúde* já que fazem parte da dieta mediterrânica. Um copo de espumante faz bem ao coração e previne diferentes doenças.
3. Fonte de juventude e beleza. Uma das razões para beber uma taça de espumante é o facto de conter antioxidantes, que geralmente melhoram o estado da nossa pele, deixando-a macia, o espumante hidrata a pele e gera ácido hialurónico.
4. Perfeito para harmonizar. O espumante pode acompanhar toda a refeição e não apenas as sobremesas como manda a tradição. Resultado da combinação de uvas de qualidade cuidadosamente escolhidas para a sua elaboração, *harmoniza perfeitamente com diferentes tipos de alimento*.
5. Sabores doces. Aqueles que não estão habituados a beber vinho, encontrarão no *espumante um sabor doce*, frutado e suave que facilmente se pode converter no substituto do vinho tradicional.
6. Diversas variedades. Tal como acontece com os vinhos tradicionais, *os espumantes também apresentam uma grande variedade de categorias* ? Brut, Reserva, Meio-seco… podem ser escolhidos segundo gostos, preferências e refeições.
7. Denominações de Origem. Procedem de lugares de renome, com qualidade e Denominação de Origem, o que nos oferece a garantia da sua elaboração, sempre classificado segundo a zona de produção.
8. Elegância e romantismo. Uma taça de espumante é sinónimo de festa, mas também de *elegância, momentos íntimos e românticos*, já que a sua história passa por um elevado preço no passado, aliado a um estilo de vida luxuoso e boémio.

Se o espumante não for uma das tuas bebidas preferidas, talvez a partir de agora o vejas de outro modo, portanto, não percas as nossas recomendações!

 

 TAGS:Juvé y Camps Reserva de la Familia 2010Juvé y Camps Reserva de la Familia 2010

Juvé y Camps Reserva de la Familia 2010 é um cava fresco e de sabor longo, com uma espuma muito cremosa. Um clássico essencial.

 

 

 TAGS:Follador ProseccoFollador Prosecco

Follador Prosecco ? O seu nome peculiar é um apelido familiar, Follador, dedica-se à elaboração destes Proseccos tradicionais de uva Glera há várias gerações. Leve, frutado e equilibrado, tanto como para ser saboreado com um bom aperitivo.

 

 

 TAGS:Aviva PlatinumAviva Platinum

Aviva Platinum é um vinho espumante com Denominação de Origem Vinos sin DO (Espanha) da Adega Torre Oria elaborado com moscatel e 7º de graduação alcoólica.

 

 

 TAGS:Moët & Chandon Brut ImpérialMoët & Chandon Brut Impérial

Moët & Chandon Brut Impérial, cuvée emblemático. A marca mais vendida em todo o mundo, um champanhe de borbulhas finas, aromático, fresco, intenso e elegante.

 

Quando produzir um espumante vintage?

 TAGS:undefined

Quando nos referimos a espumantes vintage, ou seja, elaborados com uvas 100% procedentes da mesma colheita, ao contrário dos denominados ?non-vintage?, em que se utilizam uvas de diferentes colheitas, o mais importante é que este vinho seja um reflexo da personalidade da uva, do território, e inclusive do próprio produtor de vinho e das características climáticas concretas desse ano.

Este facto permite que os responsáveis das adegas possam dar largas à sua criatividade sem sentir-se atados àquilo que se exige quando se trata de elaborar um produto que mistura várias colheitas e que, tradicionalmente, pretende obter resultados consistentes num mercado tão exigente como é o do *vinho espumante de qualidade*.
A questão, é que o desafio de um espumante vintage é sempre diferente e depende das características da colheita. Em primeiro lugar, nem todos são bons anos para elaborar um vintage.

O tipo de uva, é também um factor extremamente importante, que implica que o empenho investido nesta elaboração, seja compensado, e que sejam obtidas boas colheitas em todas as variedades que se necessitam para criar um vintage multivarietal.

Tanto é assim, que algumas das adegas com mais reputação, produzem apenas espumantes vintage algumas vezes durante uma década, o que normalmente coincide com colheitas extraordinárias. Estas, segundo os peritos, são colheitas consequência de anos quentes ou moderadamente quentes, ainda que sempre existam excepções nas actividades relacionadas com a climatologia e a Natureza e exactamente por essa razão, a elaboração de um espumante vintage seja uma verdadeira arte.

 TAGS:Botani EspumosoBotani Espumoso

Botani Espumoso: um espumante de Málaga, doce e cremoso

 

 TAGS:Moët & Chandon Brut ImpérialMoët & Chandon Brut Impérial

Moët & Chandon Brut Impérial é uma cuvée emblemático. A marca mais vendida no mundo, um champanhe com bolhas finas, frutados, frescos, intensos e elegantes.

Como servir Cava

 TAGS:Considerada como uma das bebidas preferidas das mulheres e para servir em reuniões importantes, o cava é gasoso e delicioso quando servido na sua temperatura ideal, seja como aperitivo ou como acompanhante de um jantar ou sobremesa. 

Ao servir cava ou champanhe podes sempre ter em conta qual o melhor modo de o fazer para que os possas saborear ao máximo. A temperatura ideal para servir cava está entre os 7º e os 12ºc, quando servido com frio em excesso perdem-se os sabores. A forma correta de segurar o copo ou taça, é pela base para evitar alterar a temperatura e como tal, o seu sabor.

Servir Cava

A forma de segurar a garrafa de cava é uma das coisas importantes que deves saber; a garrafa de espumante possui uma fenda na base para que aí possas colocar o teu dedo polegar e assim servi-lo lentamente de modo a garantir a presença do gás.

Provar vinho espumante
Ao provar Cava, Champanhe ou qualquer outro vinho espumante como o Reymos, deves ter em conta as três fases da experiência:

  • Visual: É onde se podem apreciar as borbulhas que se formam, chamadas ?Perlage?, quanto mais pequenas e abundantes forem estas borbulhas maior será a qualidade. Também a coroa de espuma que se forma e a cor do espumante ao colocar o copo contra um fundo branco são factores visuais a considerar.
  • Olfativa: Nesta fase podes apreciar as notas de flores e frutos presentes no cava. Não precisas de agitar o copo, basta simplesmente cheirar.
  • Gustativa: Poderás apreciar a qualidade das borbulhas, averiguar se são cremosas, gasosas ou finas, além de, evidentemente, confirmar os sabores.

Pretendes comprar cava neste Natal? Então aqui fica a nossa recomendação:

 TAGS:Champagne Ruinart R Ruinart BlancChampagne Ruinart R Ruinart Blanc

Champagne Ruinart R Ruinart Blanc

 

 

 TAGS:Freixenet Elyssia RosadoFreixenet Elyssia Rosado

Freixenet Elyssia Rosado