Etiqueta: calorias

Quantas calorias tem um copo de vinho?

 TAGS:undefinedNos últimos tempos têm-se vindo a demonstrar muitas das propriedades benéficas do vinhopara a nossa saúde, com uma longa lista, cada vez mais longa, que relaciona o consumo de vinho (sempre moderadamente) à prevenção de múltiplos transtornos físicos e problemas relacionados com o envelhecimento.

Deste modo, cada vez mais, o vinho é incluído nas dietas saudáveis, juntamente com outros alimentos e bebidas considerados “chave” da nossa alimentação, sobretudo quando nos referimos a dietas relacionadas com a alimentação tradicional mediterrânica.

No entanto, na altura de controlar as calorias consumidas diariamente, por vezes criam-se dúvidas sobre a quantidade contida no vinho, que, estudos recentes, esclarecem definitivamente. Assim, o Departamento de Agricultura dos E.U.A. Estabelece que um copo de vinho de cerca de 5 onças (150ml) contém entre 120 a 130 calorias, considerando que os chamados “vinhos de mesa” (os mais comuns) possuem uma graduação alcoólica de 11º a 14º.

Na verdade, a administração norte americana está a promover, no meio dos produtores de bebidas alcoólicas, a inclusão de dados nutricionais na informação do rótulo de vinhos, do mesmo modo que se procede nos alimentos em geral.
Também os restaurantes, brevemente, estarão obrigados a incluir este tipo de informação nos seus menus, especialmente aquela que se relaciona com as calorias.

De onde provêm as calorias do vinho?
Especialmente do álcool, que contém 7 calorias por grama. Também o açúcar e os hidratos de carbono, no geral, aportam calorias (cerca de 4 por grama). De modo que, um vinho doce de graduação elevada terá muito mais calorias do que um outro vinho seco e com pouco álcool.

 TAGS:El Perro Verde 2014El Perro Verde 2014

El Perro Verde 2014: um vinhos branco com D.O. Rueda cujo coupage contém verdejo de 2014 e tem um grau alcoólico de 13º.

 

 

 TAGS:GatãoGatão

Gatão: um vinhos branco com D.O. Vinho Verde com um coupage a base de trajadura e loureiro e possui um grau alcoólico de 9º.

 

O Vinho nas dietas

 TAGS: Todos nós, alguma vez na vida fizemos algum tipo de dieta, talvez por imposição médica ou simplesmente por iniciativa própria, mas a maioria delas para reduzir peso. Estas dietas costumam ser quase sempre austeras e um pouco complicadas de seguir, o que quase sempre nos leva a desistir delas.

Hoje, veremos uma forma mais fácil e simples de seguir uma dieta complicada. Se a dieta tem como objetivo reduzir peso, deve saber que o vinho pode ser o acompanhante ideal para estes processos, que podem chegar a ser cansativos e aborrecidos .

Calorias e vinhos

Tal como podemos ver na nossa tabela de calorias e vinhos, onde implica que 100ml de vinho se encontram abaixo das 85 calorias. E tendo em conta que as bebidas como a cerveja ou o whisky se encontram acima das 240 calorias por cada 100ml, o vinho converte-se numa das bebidas com conteúdo de álcool mais adequado para acompanhar uma dieta de redução de peso.

Dieta Mediterrânica

Além de ser uma das bebidas alcoólicas mais saudáveis, o vinho é também uma das mais dietéticas, já que tem uma capacidade comprovada para evitar a concentração de colesterol no corpo.

Uma prova realizada no que se denomina ?Dieta mediterrânica?, na qual se incluíram dois copos de vinho por dia, o resultado ficou perfeitamente claro: os que consumiam esta dose diária tinham uma menor concentração de colesterol do que aqueles que não a seguiam.

Porém, este não foi o único resultado da dieta mediterrânica, também se encontrou um nível de gorduras saturadas e poli-saturadas mais baixo, facto este que a torna ainda mais atrativa, além de favorecer um perfil hemostático de menor risco.

A dieta mediterrânica, consiste basicamente em incluir 2 copos de vinho por dia, um ao almoço e outro ao jantar (além de seguir certas regras dietéticas dos países mediterrânicos: Espanha, França, Itália, Grécia…) e segui-las religiosamente.

Recorde que todas as dietas ou regimes devem ser supervisionados sob observação médica e que nem todas as dietas podem ser seguidas por todos. Aconselhamos a que proponha, ao seu nutricionista ou dietista, incluir o vinho nos seus diferentes regimes ou dietas. Os resultados podem ser muito favoráveis e fazem com que a dieta seja muito mais fácil de seguir.

Fonte sobre a Dieta Mediterrânica: Mezzano y col. PCVS