Etiqueta: benefícios

10 benefícios da cerveja

 TAGS:undefinedJá há muito que se conhecem os benefícios do vinho sobre a saúde mas agora ele tem concorrência: a cerveja, que começa a erguer-se como outra das bebidas com várias vantagens sobre o nosso organismo de modo geral. Hoje descrevemos 10 delas:

  1. Boa para o coração: Um número considerável de estudos, conclui que o consumo, sempre moderado, de cerveja diminui as doenças cardiovasculares em 30%. 
  2. Contra a artrite: Os estudos efectuados com cerveja informam que as mulheres que consumiam níveis moderados de cerveja eram menos propensas a desenvolver artrite reumatóide em 22%.
  3. Estimula o cérebro: Uma cerveja por dia ajuda a reduzir o aparecimento de algumas doenças relacionadas com a memória.
  4. Rica em potássio: Por essa razão tem efeito diurético.
  5. Diminui a tensão: Bebendo cerveja com moderação existem menos possibilidades, a longo prazo, de ter a tensão arterial alta.
  6. Vitamina B: Fornece doses elevadas de vitamina B, o que é vantajoso a vários níveis, como por exemplo na regeneração de células.
  7. Útil para os ossos: Tal como o magnésio e o fósforo, outros minerais presentes na cerveja, ajudam a prevenir doenças relacionadas com os ossos.
  8. Antioxidante: Fornece antioxidantes naturais o que a torna útil no processo de atrasar o envelhecimento da pele.
  9. Não engorda: Ao contrário do que se costuma dizer, a cerveja, consumida com moderação, não é responsável pelo aumento de peso. Esta foi a conclusão de um estudo realizado pela Universidade de Londres com cerca de 2.000 consumidores de cerveja.
  10. Extremamente hidratante: Proporciona maior hidratação que qualquer tipo de refrescos, para além de que contém muito menos quantidade de açúcar.

De modo que já sabes, bebe cerveja! : ) Sempre com moderação, isso sim.

Hoje recomendamos:

 TAGS:Delirium TremensDelirium Tremens

Delirium Tremens, cremosa, com corpo e sabor suave

 

 

 TAGS:Innis & Gunn OriginalInnis & Gunn Original

Innis & Gunn Original, a cerveja escocesa mais vendida

 

Os 8 benefícios do vinho tinto para a saúde

 - O vinho é uma das bebidas alcoólicas mais antigas do planeta. A sua história prolonga-se há milhares de anos, e ainda que qualquer bebida alcoólica bebida em excesso provoque uma enorme quantidade de problemas de saúde em lugar de benefícios, a investigação atual indica que um copo de vinho tinto por dia pode proporcionar algo mais do que momentos de relaxamento.

  • Redução do risco de morte para quase todas as causas: Os investigadores europeus indicam que o consumo diário, moderado, de vinho tinto (22-32g de álcool) tem em efeito protetor sobre a mortalidade por qualquer causa. Segundo os estudos realizados por França, Reino Unido, Finlândia e Dinamarca, o consumo de vinho é mais vantajoso que o da cerveja ou de outras bebidas espirituosas.
  • Tabagismo: Fumar muito entorpece seriamente a capacidade natural de vasodilatação dos vasos sanguíneos. O vinho tinto, com ou sem álcool, diminui o efeito nocivo do consumo do tabaco no endotélio ? capa de células que proporciona uma redução de fricção no revestimento dos vasos linfáticos, dos vasos sanguíneos e no coração.
  • Doenças de coração: Uma das mais conhecidas e estudadas vantagens do vinho tinto é o seu efeito protetor do coração. O consumo moderado e regular de vinho tinto pode ser uma prevenção frente à doença cardíaca coronária. Os homens da ciência acreditam  que o vinho tinto reduz o risco de doença coronária, mediante a redução da produção de lipoproteínas de baixa densidade (LDL) e a impulsão da lipoproteína de alta densidade (HDL).
  • Coágulos sanguíneos: O vinho tinto produz uma ação anticoagulante ou antitrombótica. Os consumidores esporádicos ou moderados de vinho, têm um menor nível de fibrinogénio (proteína) que proporciona a formação de coágulos sanguíneos.
  • Arteriosclerose: O vinho tinto pode prevenir o inicio e a progressão da arteriosclerose (endurecimento das artérias). A arteriosclerose aparece quando os vasos sanguíneos começam a perder a sua capacidade de se relaxar. Tanto o álcool como os polifenóis presentes no vinho tinto, parecem favoráveis quanto a manter os vasos sanguíneos saudáveis através da promoção de formação de óxido nítrico (NO), substância química fundamental e fator de relaxamento que tem um papel importante na regulação do tónus vascular.
  • Hipertensão: O consumo excessivo de álcool é geralmente considerado um fator de risco para a hipertensão. No entanto, existem algumas provas dos efeitos favoráveis do vinho tinto sobre a pressão arterial. Dois copos de vinho tinto (250ml) à refeição, baixam a pressão arterial em pessoas hipertensas, após a mesma refeição.
  • Cálculos renais:A ingestão de vinho tinto reduz o risco de formação de cálculos renais (pedras nos rins).
  • Alzheimer: O consumo moderado de vinho está correlacionado com um menor risco de padecer a doença de Alzheimer. Os investigadores descobriram que o resveratrol, um polifenol presente no vinho tinto, produz efeitos neuro-protetores.

Deste modo, apesar da minha conclusão não incluir uma declaração genérica em que vos digo que se deve beber vinho diariamente, pode valer a pena experimenta-lo se a tua situação atual encaixa em alguma das situações de risco descritas anteriormente. Todos a comprar vinho!