Ginásio e vinho?

 TAGS:undefinedHá aproximadamente dois anos, o investigador Jason Dyck, da Universidade de Alberta, no Canadá, publicou um estudo sobre a relação existente entre a actividade física e um elemento encontrado em vários alimentos, nomeadamente nas uvas, chamado resveratrol.

Para surpresa de muitos, incluindo os investigadores, os resultados indicaram que o resveratrol gera efeitos semelhantes àqueles que se observam após um treino intenso. Jason Dyck afirma que este elemento pode contribuir para melhorar o desempenho físico, e também ajudar as pessoas que padecem problemas cardiovasculares, cansaço excessivo, e outros factores que impeçam uma actividade física intensa.

Apesar da veracidade do estudo, muitas pessoas, sobretudo nas redes sociais, se convenceram que beber vinho é a melhor alternativa a transpirar no ginásio, e isto é algo absolutamente falso.

Jason Dyck efectuou várias entrevistas no sentido de esclarecer esta confusa informação: “Em primeiro lugar, a actividade física jamais poderá ser substituída por qualquer substância e é necessária para manter uma vida saudável.

Mas nem tudo são más notícias. Jason prosseguiu a sua investigação e concluiu que o resveratrol poderia ser utilizado como um aditivo para incrementar o desempenho do exercício físico. Também referiu aquilo que já todos sabemos: um copo de vinho por dia traz benefícios à saúde, tais como a redução do colesterol “mau”e a prevenção de vários tipos de cancro, entre muitos outros.

 TAGS:Herdade da Bombeira 2012Herdade da Bombeira 2012

Herdade da Bombeira 2012

 

 

 TAGS:Herdade da Bombeira Escolha Syrah 2011Herdade da Bombeira Escolha Syrah 2011

Herdade da Bombeira Escolha Syrah 2011

 

 

A perigosa moda do álcool inalado

 TAGS:undefinedAinda que esta seja uma actividade totalmente legal com 18 anos, é importante saber que fumar álcool provoca graves problemas de saúde.

“É pior do que bebê-lo”- diz o Dr. Alfred Aleguas, do Departamento de Toxicologia do Hospital de Tampa, na Florida, EUA – “Quando inalado, o vapor vai directamente para os pulmões sem passar pelo estômago, pelo fígado e outros órgãos cuja função é a de metabolizar e absorver o álcool, para além de que, ao ser inalado, desconhece-se a quantidade que se absorveu e os sintomas de alerta de uma ingestão excessiva não se manifestam. Os gases etílicos podem provocar graves infecções respiratórias e mau funcionamento dos pulmões”.
Um dos mitos gerados com este tema é o de que, segundo os consumidores, ao ser inalado, o álcool não tem calorias. O Dr. Aleguas rejeita completamente esta afirmação: “Seja bebido, seja fumado e inalado, o álcool é ingerido, e como tal, as suas calorias também o são”.

Um inquérito efectuado em um dos bares desta mesma cidade, concluiu que algumas pessoas tinham ouvido falar sobre esta nova prática ou visto um vídeo sobre o tema, porém, não estariam dispostas a prová-la, já que é vista como algo perigoso e nada saudável.

E verdade seja dita, o álcool líquido é uma experiência agradável que não necessita passar por procedimentos com consequências graves para a saúde.
As bebidas como o vinho proporcionam vários benefícios à saúde. Saboreie as suas bebidas como queira, sempre e quando o faça com responsabilidade e moderação.

Beber vinho durante a gravidez

 TAGS:undefinedJá muito se escreveu sobre consumo de vinho (de álcool, no geral) durante a gravidez, mas esta parece ser uma questão que continua a suscitar debates e investigações. Alguns especialistas dizem que é aceitável beber vinho moderadamente durante a gravidez, porém, outros, pensam que apenas um copo já é extremamente perigoso para a saúde do bebé. 

O que não é discutível, é que: tudo o que uma mulher grávida ingere chega à placenta, através do sangue, e é literalmente digerido pelo feto.
Se uma mulher grávida toma um copo de vinho, uma cerveja ou um cocktail, o feto ingere exactamente o mesmo.
As consequências do álcool sobre o feto estão relacionadas com a capacidade de obter oxigénio e alimento suficientes para o desenvolvimento normal das células do cérebro e dos outros órgãos. Alguns estudiosos concluem que o feto apresenta uma tolerância extremamente baixa ao álcool, e o resultado podem ser graves problemas nos bebés de mães que beberam durante a gravidez.

Síndrome do Alcoolismo Fetal
A Síndrome do Alcoolismo Fetal (SAF) consiste no conjunto de alterações físicas e mentais manifestadas nos bebés de mães que beberam excessivamente durante a gravidez. Um bebé que nasce com SAF pode sofrer graves consequências, que se traduzam em toda uma vida de cuidados especiais. Existem, inclusive, investigações, que indicam a importância de deixar de beber mesmo antes de engravidar.
O debate centra-se, portanto, em duas questões: quanto é demasiado álcool; e quando é que o consumo de bebidas alcoólicas se converte num risco para o bebé. Até agora, sempre se disse que o único limite seguro, era 0% de álcool, porém, no Reino Unido, por exemplo, as autoridades sanitárias afirmam que as mulheres grávidas e aquelas que esperam engravidar podem beber até dois copos de vinho por semana sem prejudicar o feto.
Não obstante, não são poucos os especialistas que se manifestam completamente contrários à ideia de beber álcool na gravidez, e fazem um chamamento para a sua ausência total durante a gestação. Há cada vez mais evidências sobre os efeitos do álcool, inclusive em doses mínimas, embora alguns defendam que uma pequena quantidade não é prejudicial.
Em resumo; dado que se desconhece o limite do consumo seguro, e o risco existe, o melhor é não beber vinho durante a gravidez, mas, principalmente, falar com o seu médico, tanto para esclarecer dúvidas como para pedir ajuda se pretende deixar de beber durante a gravidez.

 TAGS:Natureo Rosado 2015Natureo Rosado 2015

Natureo Rosado 2015

 

 

 TAGS:Natureo Blanco 2015Natureo Blanco 2015

Natureo Blanco 2015

 

 

3 cocktails de cava que não é possível ignorar

 TAGS:undefinedQuando se fala de cocktails normalmente pensamos nas bebidas tradicionais como o rum e a vodka, no entanto há uma tendência crescente para o uso de cava ou vinho espumante na elaboração de cocktails. Com a chegada do Verão, estas bebidas são bastante apetecíveis e ainda mais gratificantes em boa companhia. Hoje deixamos-lhe 3 cocktails de cava que pode preparar facilmente e partilhar com os amigos ou a família.

Cocktail de cava e morango

Ingredientes (para 4 copos):

  • 4 shots de licor de laranja
  • 4 colherzinhas de mel
  • 4 morangos frescos, sem parte verde
  • 1 garrafa de cava bem fria

Preparação:

  1. Numa batedora misturar todos os ingredientes menos o cava. Bater até obter um líquido suave e homogéneo.
  2. Servir o líquido até ao meio do copo bem frio.
  3. Encher o copo com cava ou espumante bem frio.

Cocktail água de Valência

Ingredientes:

  • 40ml de cava meio-seco
  • 80ml de sumo de laranja (de preferência natural e acabado de espremer)
  • 15ml de vodka
  • 2 colherzinhas de açúcar

Preparação:

  1. Misturar completamente os 4 ingredientes.
  2. É bom referir que esta bebida e bastante forte! A vodka é uma das bebidas brancas com maior graduação alcoólica, ao misturá-la com cava ou álcool esconde a sua presença ao paladar. Atenção às quantidades!

Cocktail de maçã espumante

Ingredientes:

  • 1 medida de sumo de maçã
  • 1/2 medida de conhaque
  • 1/2 medida de xarope de açúcar
  • 4-5 pedaços de maçã
  • 3 medidas de cava ou champanhe
  • Gelo a gosto

Preparação:

  1. Num shaker, misturar todos os ingredientes, menos o cava, até obter um creme homogéneo.
  2. Servir a mistura em copo frio e juntar o cava ou o champanhe.
  3. Também pode preparar uma versão sem álcool deste cocktail: substituir o conhaque por sumo de pêra, e o champanhe por sidra sem álcool.

 TAGS:Juvé y Camps Reserva de la FamiliaJuvé y Camps Reserva de la Familia

Juvé y Camps Reserva de la Familia

 

 

 TAGS:Juvé y Camps Brut RoséJuvé y Camps Brut Rosé

Juvé y Camps Brut Rosé

 

O que fazer quando tem muita vontade de comer?

 TAGS:undefinedPor vezes comemos simplesmente por aborrecimento ou ansiedade, mas comer exageradamente pode ter consequências como: excesso de peso, problemas digestivos, e desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Como se pode solucionar este problema?

Comer cinco vezes por dia

Os nutricionistas e os médicos recomendam fazer cinco refeições por dia: pequeno-almoço, uma merenda a meio da manhã, almoço, lanche e jantar. Os pratos não devem ser exagerados, apenas com a quantidade necessária.

Pequeno-almoço abundante

Uma das maneiras de não ter fome durante o dia inteiro, é tomando um bom pequeno-almoço. Não é em vão que os médicos aconselham, ser esta a refeição mais importante do dia; deve ser variada e saudável, já que é consumida com mais facilidade, e sobretudo quando comparada com as refeições nocturnas.

Proteínas e hidratos de carbono

A ansiedade é menor, se ingerirmos proteínas, hidratos de carbono e gorduras saudáveis em cada uma das refeições principais.

Evitar os doces e as gorduras

Diferentes estudos demonstraram que um aumento do consumo de açúcar e gorduras estimula a vontade de comer e não trava a ansiedade.

Fixar um horário

É bom manter uma rotina alimentar. Devemos conseguir fixar um horário, já que o petiscar e comer irregularmente aumenta a vontade de comer e também a gordura acumulada no corpo. Esteja onde estiver e seja qual for a estação do ano, marque horas para as suas refeições.

Comer mais lentamente

Comer lentamente aumenta favorece a saciedade. Quando mastiga devagar, não apenas saboreia mais os alimentos, mas acaba por se satisfazer mais depressa e com menores porções de comida. A digestão será muito mais fácil!

 

 TAGS:Paco & Lola 2015Paco & Lola 2015

Paco & Lola 2015

 

 

 TAGS:José Pariente Verdejo 2015José Pariente Verdejo 2015

José Pariente Verdejo 2015

 

 

Cocktails com espumantes: cada vez melhores

 TAGS:undefinedSempre será um prazer tomar um bom cocktail durante um entardecer, de preferência num terraço junto ao mar e entre o pôr-do-sol e uma merecida companhia.

É muito habitual associar imediatamente a palavra cocktail ao whisky, rum, vodka ou gin, e sumo de fruta. Mas a verdade é que tudo se modifica, em Espanha, por exemplo, cresceram os cocktails de cava com vinhos espumantes, e segundo um inquérito efectuado pelo Grupo Codorníu Raventós, esta é uma “moda” que percorre os consumidores dos 18 aos 65 anos.

O Grupo Codorníu diz que: os espanhóis preferem saborear os seus cocktails durante o Verão e a preferência vai para o rum e o whisky, ainda que o cava já tenha subido para o terceiro lugar, ultrapassando os cocktails feitos com gin e tequila. Actualmente, 56% dos consumidores prefere um cocktail “clássico”, e 44% prefere provar bebidas novas, como aquelas que são feitas com cava; um valor estatístico que parece estar a ganhar terreno.

A combinação preferida dos inquiridos inclui cava e sumos de frutas, ainda que outros cocktails, mais exóticos, levem especiarias ou mel e sejam igualmente uma preferência ascendente.

Hoje em dia, qualquer cocktail pode ser preparado em casa, devido à enorme facilidade para encontrar os utensílios e complementos necessário para que sejam “quase profissionais”. No entanto, muitos ainda preferem sair e beber um copo com os amigos, seja em bares pequenos, especializados ou com um espaço chill out.

O mais importante, é saborear um bom cocktail de cava e em boa companhia : )

 TAGS:Recaredo Terrers Brut Nature Gran Reserva 2009Recaredo Terrers Brut Nature Gran Reserva 2009

Rinho espumante das adegas Raimat com Denominação de Origem Cava. Castas: Xarel·lo, Parellada, Macabeo e Chardonnay de 2009.12º de graduação alcoólica.

 

 

 TAGS:Raimat Chardonnay BrutRaimat Chardonnay Brut

Raimat Chardonnay Brut: vinho espumante das adegas Raimat com Denominação de Origem Cava e uma selecção de uvas Pinot noir e Chardonnay. 12º de graduação alcoólica. 

 

Vinho para deixar a dependência ao álcool

 TAGS:undefinedAté hoje, o princípio fundamental para ultrapassar a dependência do álcool sempre foi a abstinência total. Porém, em Ottawa, no Canadá, um centro de acolhimento a pessoas sem abrigo está a realiza um programa de recuperação que inclui o vinho como parte do processo de desintoxicação.

 O programa, recentemente divulgado pela publicação francesa sciencepost.fr e pelo site do canal britânico BBC –www.bbc.com – chama-se Managed Alcohol Program (programa de regulação de álcool, MAP na sigla em inglês), e nasceu em 2001 pela mão de duas ONG’s – a Shepherds of Good Hope e a Ottawa Inner City Healthy.

Em termos gerais, o programa consistiu em fornecer aos 50 participantes (aproximadamente) uma quantidade de 140ml de vinho branco cada hora e meia (entre as 7:30h e as 21:30h), com o objectivo de reduzir o consumo num ambiente controlado.

 Tal como afirma um dos directores do Hospital de Ottawa, o Dr. Jeff Turnbull: “a criação do programa teve origem na ideia de que, se conseguíssemos estabilizar toda a loucura das suas vidas e todas as consequências derivadas da procura de álcool, talvez pudéssemos melhorar a sua saúde mental, reduzir a dependência e as doenças físicas implicadas”.

O MAP começou em 2001, num albergue para pessoas sem abrigo, em 2010 mudou-se para o centro Oaks, uma residência permanente que realiza assistência e tratamento a pessoas que viveram na rua. Ainda que o início do projecto não fosse fácil, e realmente é um programa controverso, os seus responsáveis garantem que, através dele a cidade poupou “milhares de dólares”, já que “se reduziram as chamadas de emergência, serviços hospitalares de urgência, polícia e serviços médicos”.

Para o Dr. Turnbull, o ideal seria que todos os indivíduos pudessem seguir a abstinência. No entanto, nem sempre é possível ou viável, e como tal, o centro trata de lhes proporcionar “estabilidade” e estes indivíduos “ sentem-se bem e têm um razoável nível de vida”.

8 cocktails para mulheres grávidas

 TAGS:undefinedEstar grávida não tem (nem deve) ser sinónimo de uma privação constante. Pelo contrário, com um pouco de imaginação e os ingredientes adequados, é possível elaborar cocktails sem álcool para quem não pode tomá-lo.

1. Sangria alcohol-free

Ingredientes:

  • 4 chávenas de sugo de uva branca
  • 1 chávena de sumo de toranja rosa
  • Sumo de limão
  • 750ml de água mineral com gás
  • Rodelas de toranja rosa

Preparação:

  1. Misturar os três sumos numa jarra grande e levar ao frigorífico.
  2. Antes de servir, juntar as rodelas de toranja e a água mineral com gás.

2. Shirley Temple

Ingredientes:

  • 148ml de cerveja de gengibre
  • 1 colherzinha de groselha
  • Casca de limão
  • 1 rodela de laranja

Preparação:

  1. Deitar e misturar os ingredientes num copo misturador.
  2. Decorar com uma casca de limão e a rodela de laranja.

3. Coconut Dream

Ingredientes:

  • 200ml de creme de coco
  • 266ml de água
  • Limonada a gosto
  • 4 bananas maduras
  • Sumo de limão a gosto

Preparação:

  1. Dissolver o creme de coco em água.
  2. Fazer um puré com as bananas e o sumo de limão.
  3. Misturar tudo, servir em copos preenchidos com limonada.

 

4. Bloody Driver

Ingredientes:

  • 147ml de sumo de tomate
  • 147ml de sumo de laranja
  • 400ml de água com gás
  • 4 limões

Preparação:

  1. Colocar gelo num jarro e misturar-lhe os ingredientes.
  2. Misturar e servir em copos decorados com rodelas de limão.

 

5. Ray of Sunshine

Ingredientes:

  • 59ml de sumo de maçã
  • 59ml de sumo de ananás
  • Limonada ou água com gás

Preparação:

  1. Num jarro de dois litros, misturar os sumos com gelo.
  2. Adicionar a água com gás ou a limonada e servir.

6. Ponche de Frutas

Ingredientes:

  • 600ml de sumo de laranja
  • 600ml de sumo de maçã
  • 150ml de água
  • 1/2 colherzinha de gengibre moído
  • 1/2 colherzinha de especiarias

Preparação:

  1. Colocar os primeiros 4 ingredientes numa panela e aquecer durante 5 minutos em lume brando.
  2. Servir em copos decorados com rodelas de laranja ou limão.

 

7. Bloody Mary Virgen

Ingredientes:

  • 118ml de sumo de tomate
  • 14ml de sumo de limão
  • ½ colherzinha de molho Worcestershire
  • Um toque de molho picante
  • Uma pitada de sal de aipo
  • Una pitada de sal
  • Una pitada de pimenta
  • Cubos de gelo

Preparação:

  1. Misturar todos os ingredientes numa batedora.
  2. Agitar com gelo e coar para um copo cheio de gelo.
  3. Decorar com um raminho de aipo e uma rodela de lima.

 

8. Piña Colada

Ingredientes:

  • 59ml de leite de coco
  • 90ml de ananás triturado
  • 30ml de sumo de ananás
  • 1/4 chávena de gelo triturado
  • Açúcar amarelo a gosto

Preparação:

  1. Colocar e misturar todos os ingredientes num liquidificador.
  2. Servir em copos frios e decorar com uma rodela de laranja ou um pedaço de ananás.

 

 TAGS:Finest Call Puree MangoFinest Call Puree Mango

Finest Call Puree Mango

 

 

 TAGS:Finest Call Puree Frambuesa-RapsberryFinest Call Puree Frambuesa-Rapsberry

Finest Call Puree Frambuesa-Rapsberry

 

 

Vinho estragado? Como tirar partido

 TAGS:undefinedUm vinho picado já não pode ser bebido, mas é possível utilizá-lo de outros modos.

Uma das melhores formas de aproveitar um vinho picado é aproveitando-o para cozinhar e aumentar os sabores da carne ou do peixe, sejam eles pratos feitos no forno ou guisados, junto às especiarias e algumas verduras, irá certamente obter uma bela refeição.

Sempre se disse que o vinho é um grande antioxidante para a pele. Renova-a, deixando-a mais brilhante e suave e é usado como tratamento em centros de beleza e spa’s.
Experimente fazer uma máscara caseira com outros ingredientes (azeite e mel, por exemplo) para ter uma pele mais suave e nutrida.

Voltando à cozinha, o vinho picado tem outras utilizações para além da gastronomia. Pode utilizá-lo para lavar fruta e verduras, já que o álcool dissolve as impurezas e elimina microrganismos de determinados alimentos.

Também pode utilizar este vinho, impossível de beber, para limpar os vidros de casa, para o que se recomenda especialmente o vinho branco.

Serve ainda para fazer vinagre, basta colocá-lo num recipiente e deixá-lo macerar até avinagrar. Quanto mais velha for a garrafa, melhor sabor irá obter. Este sempre será um vinagre de melhor qualidade do que aquele que compra num supermercado e os seus pratos terão sem dúvida um sabor diferente.

 TAGS:Pintia 2008Pintia 2008

Pintia 2008: um vinhos tinto elaborado em DO Toro com cachos seleccionados detempranillo e tinta de toro de 2008 Teor alcoólico: 15º. 

 

 

 TAGS:Viña Real Reserva 2010Viña Real Reserva 2010

Viña Real Reserva 2010: um vinhos tinto com DO Rioja com graciano, garnacha, garnacha tinta, tempranillo e mazuelo de 2010, com 13.5º de álcool.

 

5 bares em Birmingham para tomar um bom vinho

 TAGS:undefined
Talvez este não seja o destino mais cobiçado do Reino Unido, mas Birmingham é uma cidade com um considerável número de atracções turísticas, para além de muitos bares de boas cervejas e vinhos. Nos bares de vinhos encontramos uma grande diversidade, de alta qualidade e de várias regiões do mundo. Hoje seleccionamos cinco bares, para que a sua próxima visita a esta cidade tão grande como desconhecida seja inesquecível.

1. Loki Wine. Os amantes do vinho podem juntar pratos e copos neste sítio onde têm à escolha uma ampla selecção mundial de garrafas. No r/c podem comprar vinho, e no primeiro andar bebê-lo num ambiente relaxado e informal.

2. All One Bar. Um bar com grande diversidade de ambientes, onde durante a semana se concentram os trabalhadores dessa zona e nos fins de semana há pessoas de várias faixas etárias. Possui uma carta de vinhos bastante especializada.

3. The Rectory. Um grande bar/restaurante, situado num lugar central rodeado de zonas verdes, e onde pode beber vinho a copo. Interessante decoração.

4. Utopia. Este bar de Birmingham City Centre é recomendável para quem pretende descobrir novos vinhos e diferentes regiões de produção. Os vinhos podem ser combinados com saborosos pratos, ou, se preferir, coisas tão simples como um cachorro-quente.

5. Simpsons. Uma escola de cozinha que organiza visitas às suas adegas. Degustação de pratos e vinhos de alta qualidade.

E já agora; se durante a sua viagem por Inglaterra passar pela capital, não perca os bares onde tomar um bom vinho em Londres.

 

 TAGS:Beyra Quartz 2011Beyra Quartz 2011

Beyra Quartz 2011

 

 

 TAGS:Beyra Reserva 2013Beyra Reserva 2013

Beyra Reserva 2013